Other stuff ->

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Pedra de Roseta

Cartucho do nome de PTOLOMEU (letras PTOLMIIS)

A pedra de Roseta, encontrada por soldados franceses em 1799, foi uma das chaves da humanidade mais incríveis que o Grande Arquiteto do Universo nos deixou entender.

Graças a ela, os hieróglifos egícios, que ninguém conseguia decifrar, puderam ser lidos pela primera vez por Champollion, em 1822.

Estava escrita em 3 alfabetos: hieróglifos, egípcio demótico e grego clássico.

O que chamou a atenção de Champollion, e que foi a chave da decifração da pedra, foi que ele viu que certos hierógifos ficavam envoltos por uma espécie de cartucho, que mais tarde ele descobriu, pela posição do texto em grego, serem nomes próprios - assim, ele pôde ver como eram soletradas as palavras em hieróglifos, que poderiam ser letras, silabas ou ideogramas (como os caracteres japoneses) e acabou decifrando grande parte da pedra, abrindo assim, toda a "bibliografia" egípcia para o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate