Other stuff ->

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Abraciclo informa vendas e produção em baixa em janeiro

De acordo com dados da Abraciclo (associação dos fabricantes), o segmento de
motocicletas ainda registrou queda em produção e vendas, no fechamento do
primeiro mês deste ano. Foram produzidas 127.209 unidades contra 176.981 de
janeiro de 2012, correspondendo a uma redução de 28,1%. As vendas no atacado
ficaram 27,6% abaixo, na comparação entre os períodos, com 112.039 ante
154.776 unidades.

Quando comparado a dezembro de 2012, que incluiu período de férias coletivas
das indústrias do setor, o volume de produção de janeiro cresceu 92%,
passando de 66.226 para 127.209 motocicletas. Com relação às vendas no
atacado, houve incremento de 8%, subindo de 103.312 para 112.039 unidades.

Os emplacamentos em janeiro deste ano ficaram 11,1% abaixo do volume do
mesmo mês de 2012, com 126.423 contra 142.219 unidades. Na comparação com
dezembro, quando foram licenciadas 137.996 motocicletas, a queda foi de
8,4%. Com 22 dias úteis no primeiro mês de cada ano, a média diária de 2013
foi menor em 11,1%, com 5.747 unidades ante 6.465 unidades.

"O segmento de motocicletas não apresenta sinais de recuperação neste início
de ano, embora ainda conte com linhas de financiamento de bancos públicos,
que oferecem condições mais adequadas às necessidades dos consumidores. Para
superar esta situação, precisaremos buscar novas alternativas de crédito,
capazes de viabilizar o desejo de compra dos consumidores. Além disso, o
setor está na expectativa da ampliação da oferta de crédito pelos principais
bancos privados, pois as publicações recentes de seus balanços indicam uma
estabilização dos índices de inadimplência", analisa Marcos Fermanian,
presidente da Abraciclo.

As exportações de janeiro totalizaram 5.687 motocicletas, com uma queda de
15,8% em relação ao mesmo mês do ano passado, com 6.758 motocicletas.

Categorias
As motocicletas entre 51 e 150 cm³ representaram 88,1% das vendas no
atacado, em janeiro, totalizando 98.762 unidades. Confira abaixo as
participações por faixa de cilindrada nas vendas realizadas aos
concessionários:

Janeiro 2012
Unidades / Participação
1º 51 a 150 cm³ 98.762 / 88,1%

2º 151 a 450 cm³ 7.120 / 6,4%

3º Até 50 cm³ 3.164 /2,8%

4º Acima de 450 cm³ 2.993 / 2,7%

Fonte: moto.com.br

MV Agusta se rende ao ABS e incorpora sistema à Brutale 1090

Fabricante italiana, que sempre se opôs ao equipamento em favor da máxima
esportividade, busca oferecer uma frenagem mais segura e eficiente



A MV Agusta anunciou que a naked Brutale 1090 2013 passará a utilizar
sistema ABS em todas as suas três versões – 1090, 1090R e 1090RR –, a partir
da linha 2013-2014. O equipamento é de série, mas poderá ser desligado pelo
piloto; na versão RR, existe a opção Race Mode, para ser utilizada em
pilotagem mais agressiva.


A fabricante italiana, que se opunha ao ABS com a justificativa de que ele
prejudicava a esportividade da moto, além de aumentar o peso, explicou que a
intenção é oferecer uma frenagem "mais segura e eficiente em todas as
condições de pilotagem". Ainda não há previsão para a chegada da Brutale
1090 ABS ao Brasil, mas a linha renovada deve ser apresentada no próximo
Salão Duas Rodas, em outubro.



Fonte: duasrodasonline.com.br

Honda transforma NC 700 em custom para o mercado americano

Modelo CTX 700 chega em duas versões, uma delas carenada para uso touring


A Honda anunciou nos Estados Unidos o lançamento do modelo CTX 700, uma
variação custom da família NC 700, que chega às concessionárias americanas a
partir de março.


A grande diferença em relação à NC 700 é a considerável diminuição da altura
do banco (de 790 mm para 719 mm) e, em menor grau, das suspensões dianteira
(de 120 mm para 107 mm) e traseira (120 mm para 109 mm).


Para se aproximar ainda mais da categoria custom, favorita entre os
americanos, o modelo teve suas pedaleiras colocadas mais à frente. O design
parece remeter à Harley-Davidson V-Rod Muscle.


A sigla CTX significa conforto, tecnologia e experiência, e a Honda promete
novos lançamentos nessa mesma roupagem nos próximos anos. Ambas contam com
um pacote opcional de câmbio automático DCT e freios ABS, como acontece na
versão europeia das NC 700. O motor é o mesmo 670cc de 2 cilindros
paralelos, com inclinação de 62° que visa uma melhor distribuição de peso e
um centro de gravidade mais baixo.


A versão naked custará a partir de 7 mil dólares (R$ 13.850), sem os
opcionais, e 8 mil dólares (R$ 15.830) na versão completa; a carenada, com
uma aparência mais touring, será 800 dólares (R$ 1.580) mais cara em ambas
as variações.


Versão carenada tem aparência mais touring e é 800 dólares mais cara

Fonte: duasrodasonline.com.br

Gas Gas TXT 300 Raga Réplica conquista prêmio na Espanha

A Gas Gas TXT 300 Raga Réplica conquistou prêmio na Espanha pelo site
Motos.net como melhor moto para a prática de trial em 2013. Este é o
terceiro ano consecutivo que a fábrica catalã especializada em máquinas
off-road vence a premiação.

A escolha dos destaques da temporada acontece por meio da votação do
público. O evento de entrega dos troféus foi realizado na capital Madri na
última terça-feira, reunindo os principais representantes do segmento.

A eleição contou com mais de 530.000 votos entre maio e dezembro de 2012, os
quais escolheram os ganhadores nas 12 categorias de motocicletas.
Representada por Carles Pérez, responsável pelo marketing e comunicação da
Gas Gas, a fábrica espanhola destacou a importância do prêmio.

Fonte: moto.com.br

Translate