Other stuff ->

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

O MUNDO NÃO ACABOU

É, o mundo não acabou, o que acabou foi um ciclo de 394 anos do calendário maia.

O CALENDÁRIO MAIA - O TEMPO CIRCULAR

O tempo era sagrado para os maias, o calendário seguia uma lógica
circular e não linear, formando ciclos repetitivos que assumiam um
caráter religioso que era fundamental para a organização da sociedade
Maia.

Os maias possuíam dois tipos de calendários em forma de roda
(engrenagem): O Tzolkin era um calendário ritualístico, que tinha a
função de organizar o cotidiano religioso dos maias e o Habb
calendário terrestre (solar), tinha por característica a observação
dos fenômenos físicos do Planeta, como por exemplo, a utilização da
agricultura, o estudo das estações do ano e suas interações, bem como
os fenômenos meteorológicos, ambos totalizando 18.980 dias, formando
um ciclo de 52 anos.

O calendário possuía ciclos diferentes sendo caracterizado da seguinte
forma, o Tzolkin com sua engrenagem menor possuía um ciclo de 13 meses
de 20 dias, completando um ano santo de 260 dias e o Habb possuía um
ciclo que era dividido em 18 meses de 20 dias, mais um período de 5
dias, dando um total de 365 dias formando o ano civil.

Por conseguinte, no prazo de 52 anos, a engrenagem Haab perfaz somente
52 revoluções enquanto o Tzolkin necessita 73 revoluções. No entanto,
dentro de 52 anos, ambas as engrenagens (calendário) completam os
ciclos de 18.980 dias onde é acrescido no final de cada ciclo 13 dias
para compensar os anos bissextos, pois a órbita da Terra ao redor do
Sol não é exata exigindo uma correção no calendário.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Yamaha anuncia planos para 2015 e Brasil fica de fora

A Yamaha Motor Company anunciou no Japão, o seu novo plano de gestão para os
próximos três anos (2013-2015). A estratégia da montadora é simples e
ambicioso, produzir mais e vender mais, aumentando a lucratividade após o
período que passou se reestruturando. No entanto, nada de novidades foi
anunciado para o mercado brasileiro.

Segundo a montadora, a meta para 2015 é produzir em torno de 9 milhões de
unidades de todos os seus produtos, incluindo motos, quadriciclos, motores
de popa e veículos elétricos, para resultar em lucro de 80 bilhões de ienes,
cerca de 953 milhões de dólares.

Para o aumento da produção, a única novidade foi a confirmação de novos
modelos 250 cilindradas, a exemplo da YZF-R250 que deve estrear no mercado
indiano no início do de 2013 e chega para brigar com a Kawasaki Ninja 300 e
a Honda CBR 250, além do lançamento de um conceito motor com três cilindros.

No que se diz repeito a motocicletas, a montadora japonesa confirmou o
fortalecimento no mercado indiano, nos países do sudeste asiático e em
países desenvolvidos como exemplo dos EUA, onde pretende introduzir novos
modelos e conceitos. Nada foi estimulado e nem sequer comentado sobre o
mercado brasileiro, o quinto maior do mundo.

O mercado de motocicletas está cada dia mais movimentado, diversas
montadoras trabalham no desenvolvimento e lançamento de novos modelos. A
Yamaha não só no Brasil, mas como em todo o mundo está ficando para trás na
briga deste mercado. Pois, além de não cumprir as metas estabelecidas em
2011, (quando prometeu para imprensa um crescimento para 20% nas vendas para
o mercado brasileiro nos próximos anos) ainda esta carente em lançamento de
novos modelos.

Fonte: moto.com.br

Do Brasil aos Estados Unidos de Ténéré 250

A Expedição Américas dos motociclistas José Milton Carvalho, Marcelo Santos
e Rogério Gouveia, que começou no dia 03 de novembro, tem como principal
objetivo percorrer em 50 dias os 13 países: Brasil, Guiana, Venezuela,
Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala, El Salvador,
Belize, México e Estados Unidos.

No roteiro sob duas rodas somam-se aproximadamente 31 mil quilômetros de
aventura na companhia das Yamaha XTZ 250 Ténéré, que têm circulado por
diversos terrenos e acelera rumo aos Estados Unidos.

As experiências do grupo, que pretende retornar pra casa antes do natal, até
23 de dezembro, podem ser acessadas no site
www.expedicaoamericastenere250.com.br, que contém detalhes valiosos, como
transporte das motocicletas, manutenção e abastecimento, custos, situação
das pistas em solo estrangeiro, cultura dos povos de cada país, lugares para
descansar, comer e beber, além das visitas imperdíveis. Por meio da
tecnologia GPS, você consegue conferir no site tudo em tempo real, no mapa
aparecem os locais exatos de cada motociclista.

Mais detalhes – Expedição Américas Ténéré 250

Distância: Aproximadamente 31.000 km.
Duração: 50 dias
Saída de Guarulhos: 03 de Novembro de 2012.
Chegada a Guarulhos: 23 de Dezembro de 2012.
Países Percorridos: 13 (treze) – Brasil, Guiana, Venezuela, Colômbia,
Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala, El Salvador, Belize,
México, Estados Unidos
Gasolina Consumida: Aproximadamente 1.000 litros (média de 25/litro)
Destinos
Inicio – Guarulhos/SP até Manaús/AM – Avião
1º Etapa: Manaus/Brasil, Venezuela e Colômbia – 3.642 km.
2º Etapa: Colômbia (Avião), Panamá e Costa Rica – 1.101 km.
3º Etapa: Nicarágua, Honduras e El Salvador – 786 km.
4º Etapa: Guatemala – 399 km.
5º Etapa: México – 3.260km.
6º Etapa: México e Estados Unidos – 5.317 km.
7º Etapa: Estados Unidos e México – 6.570 km.
8º Etapa: Belize – 260 km.
9º Etapa: Guatemala – 369 km.
10º Etapa: Honduras e Nicarágua – 847 km.
11º Etapa: Costa Rica e Panamá – 1.101 km.
12º Etapa: Colômbia, Venezuela e Brasil/Manaus – 3.642 km.
13º Etapa: Manaus/AM até Santarém/PA – Barco – 739 km.
14º Etapa: Santarém/PA até Guarulhos/SP – 3.427 km.

Fonte: moto.com.br

ABS obrigatório para motos na Comunidade Europeia em 2016

O Parlamento Europeu aprovou a legislação que prevê para 2016 a
obrigatoriedade da instalação de freios ABS de fábrica para todas as
motocicletas com mais de 125cc. Já as motos com cilindrada entre 51 e 125cc
deverão receber um dispositivo de freios combinados, no estilo do sistema
utilizado nos modelos Honda.

Também passará a ser obrigatória a utilização de um sistema para ativar a
iluminação da moto automaticamente no momento da partida, como norma de
segurança para facilitar a visualização das motos no trânsito.

Outra regra pretende fazer com que os fabricantes desenvolvam algum tipo de
sistema que impeça a manipulação das configurações originais do motor das
motos com a finalidade de aumentar o seu desempenho.

A partir de 2012 as motos também passarão a atender os requisitos da norma
de controle de emissões de poluentes Euro 4 e as motonetas devem seguir
esses mesmos requisitos em 2017. Os limites ficarão ainda mais severos a
partir de 2020 com a implantação da norma Euro 5 para as motos.

Fonte: moto.com.br

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Consultoria

Uma empresa que te diz o que você sabe que tem que fazer, por um preço
que você não ia querer pagar...

---------------------------------

Semana passada fomos em um novo restaurante e percebemos que o garçom
carregava uma colher no bolso de sua camisa, o que era meio estranho.
Quando o auxiliar de garçom nos trouxe água e talheres, percebi que
ele também carregava uma colher no bolso da camisa.

Olhei ao redor e vi que todos os funcionários do restaurante tinham
colheres nos bolsos de suas camisas.

Quando nosso garçom retornou para nos servir o primeiro prato, perguntei-lhe:

- Porque a colher no bolso?

- Bem, ele disse, os proprietários do restaurante chamaram uma
Consultoria para melhorar os nossos procedimentos. Após vários meses
de análises, eles concluíram que a colher é o talher que mais cai no
chão. Isso significa uma freqüência aproximadamente de 3 colheres por
mesa por hora. Se o nosso pessoal estiver mais bem preparado, podemos
reduzir o número de viagens à cozinha para buscar colheres limpas e
isso significa uma redução em 15-homens-hora por turno.

Coincidentemente derrubei minha colher e ele pôde substituí-la de
imediato com a sua colher sobressalente.

- Irei buscar uma nova colher na próxima vez que for à cozinha ao
invés de ir especialmente até lá para essa tarefa, ele disse.

Fiquei muito bem impressionado. Aí percebi que havia um barbante
pendurado para fora do zíper de sua calça. Olhando em volta, vi que
todos os garçons tinham um barbante similar para fora de suas calças.

Antes que nosso garçom se afastasse de nossa mesa, perguntei-lhe:

- Desculpe-me, mas pode me explicar porque você tem um barbante
pendurado bem aí?

- Certamente, ele respondeu.

Aí ele abaixou a voz e disse:

- Não são todos que observam isso. A empresa de consultoria que lhe
mencionei também descobriu que podemos ganhar tempo no banheiro.
Amarrando esse barbante, o senhor sabe, como podemos puxá-lo, sem
encostar 'nele' e isso elimina a necessidade de lavarmos as mãos,
reduzindo o tempo gasto no lavatório em 76.39 %.

- E como é que guarda o dito cujo, após usá-lo, perguntei?

- Bem, ele sussurrou, eu não sei como meus colegas fazem, mas eu uso a colher...

Orgulho Maçônico no Haití

A Ordem Maçônica não veio para fazer conchavos políticos, mas para promover
o bem da humanidade.


Os Maçons do Haiti (de fato o primeiro país a conseguir sua independência na
América, depois das 13 colônias inglesas) mostram um orgulho que gostaríamos
de ver nos nossos.

Num país pobre, sofrido, esmagado pela superstição, pelo analfabetismo e
pelas imensas dificuldades, ainda assim a Maçonaria floresce, quase um
flashback de séculos atrás, sob luz da esperança de que é possível ascender,
mudar, melhorar e evoluir.

Somos a terceira maior Maçonaria do mundo – e nos perdemos em questiúnculas
desprezíveis, em baboseiras jurídicas, em disputas cretinas, em jogo imbecil
de vaidades e ambições por títulos grandiloquentes à falta do devido mérito.

Claques e grupelhos ignoram as lições mais elementares da Instituição que
mudou o mundo e nos legou a tolerância e o moderno sistema de democracia
representativa, resvala na sua busca de poderes inúteis dos que necessitam
de alfaias para para se tornarem alguém.

Vejam nas fotos a pobreza material dos maçons haitianos e riqueza de suas
posturas. São Maçons forjados na adversidade, Irmãos a quem devemos um
profundo respeito.

E aqueles entre nós que "se decepcionam com a Maçonaria", que façam por onde
merecer a condição de Maçons. Não é a Maçonaria que tem de fazer "alguma
coisa". São os Maçons, fazendo ressurgir a Fênix das cinzas.

Motos de alta cilindrada super equipadas são usadas por paramédicos de Londres

A Inglaterra com o seu sistema chamado de NHS (National Health Security) é
reconhecida mundialmente por prestar o mais extenso e efetivo serviço de
saúde pública do mundo. Inclusive, esse tema foi explorado na festa de
abertura das Olimpíadas de Londres que ocorreu em julho/2012. É orgulho do
país.

O Governo inglês investiu em novas motocicletas para serem usadas por
paramédicos de hospitais públicos, a idéia é dar a eles agilidade em
atendimentos urgentes, visto o intenso trânsito da cidade, com a motocicleta
eles chegam mais rápidos nas ocorrências e podem dar os primeiros
atendimentos, até que a ambulância chegue no local.

Todas as motocicletas dos paramédicos transportam equipamentos especiais
como desfibrilador e outros equipamentos salva-vidas. Esses profissionais
são sempre vistos também nas estradas do país, circulando e ajudando pessoas
em acidentes ou em urgências. No Brasil, também existem paramédicos
motorizados com motos, prestando ajuda e apoio em emergencias, mas, ainda
não usam essas ai da foto e seus salários são bem inferiores. A indignação é
saber que com o dinheiro arrecadado pelo governo brasileiro, se não fosse a
corrupção institucionalizada, poderíamos ter motos e salários desses
profissionais, idênticos aos dos ingleses.

Fonte: Policarpo Jr - RockRiders.com.br

Honda Goldwing F6B 1832cc é lançada na Europa e EUA

No exterior custa US$ 21.000... (Isso mesmo, 21 mil!!!!!!)

Com design e cores mais atrativas que a tradicional Goldwing, a F6B é um
pouco mais baixa e não vem com o top-case traseiro. Vem equipada com ABS
combinado e um ótimo sistema de sonorização.

A transmissão é de cinco velocidades com reverso elétrico (ré). O computador
de bordo é completo, as malas laterais são 100% impermeáveis, vem com porta
luvas, capacidade de 25 litros de combustível e custa nos EUA o modelo
Deluxe (mais caro) apenas 21 mil dólares. No Brasil não há previsão se a
moto será comercializada pela rede de concessionárias da Honda.

Fonte: RockRiders.com.br

Honda VFR 1200X Crosstourer chega com preço de R$ 79.900

A Honda VFR 1200X Crosstourer chega ao mercado nacional pelo preço sugerido
de R$ 79.900. Representante da categoria "Big On Off Touring", o modelo
chega às concessionárias da marca no país como novo modelo importado e com
grandes atributos para atrair os motociclistas que buscam uma moto para uso
misto ou trajetos de longa distância com boas respostas de desempenho,
conforto e segurança.

A VFR 1200X Crosstourer vem equipada com motor V4 de 1.236,7 cm³ potência de
129,2 cv a 7.750 rpm, e torque de 12,8 kgf.m a 6.500 rpm, além do
diferencial do sistema de transmissão eletrônica de dupla embreagem (DCT –
Dual Clutch Transmission), oferecendo opção de controle manual ou totalmente
automático.

A motocicleta também é equipada com o sistema de controle de tração TCS que
juntamente com os freios C-ABS permite uma pilotagem com maior nível de
segurança em qualquer terreno.

A VFR 1200X Crosstourer entra para o line-up dos modelos das revendas Honda
Dream, que abrangem motocicletas acima de 450cc. Disponível nas cores branca
perolizada e vermelha metálica, na versão DCT. A garantia é de um ano, sem
limite de quilometragem.


Fonte: moto.com.br

Capacete envia pedido de socorro em caso de acidente

Uma invenção inovadora promete ajudar as pessoas que se acidentarem enquanto
praticam esportes ou no lazer com motocicleta, bicicleta, moto aquática,
entre outros.

Por meio de um capacete dotado com sensor de movimento e um aplicativo para
Smartphone é possível enviar uma mensagem automática de socorro.

O equipamento funciona assim: ao sinal iminente de queda, pela dinâmica de
um movimento brusco, por exemplo, o sensor no capacete dispara uma mensagem
pelo celular dando informações importantes da pessoa com a indicação de sua
posição por GPS.

Se o acidente não tiver maiores consequências, basta a pessoa desativar a
contagem regressiva (30 segundos) acionada no celular para cancelar o envio
da mensagem de resgate.

Segundo os desenvolvedores do Crash Sensor, da IceDOT, o invento já passou
por vários testes e deve ser lançado no mercado americano já em 2013.


Fonte: moto.com.br
-------------------

Moto aquática!?!?!? Como o celular vai fazer a ligação com o piloto
debaixo dágua?????????

BMW R 1200 GS sai de fábrica com Pneus Continental ContiTrailAttack 2

Segundo a BMW a escolha foi devido a performance...

Quando a BMW R 1200 GS está totalmente carregada para viagem, é uma máquina
de peso elevado. Visando segurança, confiabilidade e alta qualidade, mesmo
em altas velocidades, a marca bavária optou por equipar de fábrica o modelo
com pneus da Continental, modelo ContiTrailAttack 2.

A escolha pela BMW para pneus de equipamento original são rigorosas:
condução precisa, elevada estabilidade, durabilidade e excepcionais
características de dirigibilidade em pisos molhados. Segundo a BMW
Motorrada, o ContiTrailAttack 2 tinha que atender a toda essa gama de
exigências.

Os engenheiros da Continental desenvolveram um novo composto tecnológico
para permitir uma excelente aderência em todas as condições de tempo. O
design do perfil do pneu também teve um importante papel para o seu
comportamento em condições molhadas. O ContiTrailAttack 2 apresenta o
desenho progressivo "New Edge", que oferece excelente absorção em condições
de chuva, um padrão uniforme de desgaste e um baixo ruído de rolamento.

A tecnologia Continuous Compound é responsável pela contínua e harmoniosa
mudança no ângulo de inclinação. Ela entrega uma pegada uniforme e
progressiva com um simples composto de borracha. Essa tecnologia é baseada
na temperatura controlada do calor dos pneus em produção. Outro destaque é o
fato de que os pneus ContiTrailAttack 2 também contam com a exclusiva
tecnologia Traction Skin, que permite uma rodagem extremamente segura. A
superfície rugosa do pneu quando novo é um indicador disso.

Fonte: RockRiders.com.br

--------------

E ocês ficam falando que o pneu Continental é fuleiro...

Harley-Davidson entre as marcas mais valiosas do mundo

A fabricante americana de motocicletas Harley-Davidson aparece entre as 100
marcas mais valiosas do mundo, segundo ranking anual da Interbrand, maior
consultoria estratégica de marcas do mercado e responsável pelo relatório
The Best Global Brands.

Com mais de 100 anos de atuação no mercado das duas rodas, a Harley-Davidson
desponta na 96º posição, sendo a única marca de motos na edição 2012 do
ranking e figurando junto com mega marcas globais como Coca-Cola (1º lugar)
e de superpotências da informática como Apple, IBM e Microsoft.

A reestruturação da Harley-Davidson nos últimos anos é apontada pelos
especialistas como o principal fator para a valorização da marca. Fazem
parte dessa estratégia a expansão da empresa para novos mercados, como
países da América Latina e Ásia, e seu afastamento nas operações da Buell e
MV Agusta.

Fonte: moto.com.br

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Dos Serviços de inteligência das Forças Armadas: As viagens de Rose sem Lula a Europa para negociar diamantes em negócios ocultos da cúpula petralha na África, principalmente Angola

Inteligência militar revela que Rose era a "mulher invisível" que negociava
diamantes africanos na Europa

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Exclusivo – O Rosegate revela mais duas bombas. Não existem registros nos
anais da FAB de viagens internacionais feitas por Rosemary Novoa Noronha nos
aviões da Presidência da República, embora a ex-chefe do gabinete paulista
de Dilma tenha viajado 24 vezes ao exterior com o amigo e chefe Lula. Por
tal informação, passada reservadamente pela inteligência das Forças Armadas
ao Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, a "Doutora Rose" seria a
"mulher invisível" que trabalhava para Lula.

Outro bomba. Rosemary utilizava um passaporte exclusivo de membros do
primeiro escalão governamental para viagens de negócio ao exterior que fazia
sem a presença do amigo Lula. Serviços de inteligência das Forças Armadas
receberam informes de que Rose participaria de negócios com diamantes em
pelo menos cinco países: Bélgica, Holanda, França, Inglaterra e Alemanha. As
pedras preciosas seriam originárias de negócios ocultos feitos pela cúpula
petralha na África, principalmente Angola. Tal informação também foi passada
à PGR pelos militares.

Foram detectadas dezenas de viagens não-oficiais de Rosemary ao exterior,
para "passeios de negócios". O passaporte especial a denunciou. Foram 23
para a França. Para Suíça, ocorreram 18, por via terrestre, partindo de
Paris, e mais quatro por via aérea. Rose também fez 12 deslocamentos de
avião para a Inglaterra. Outras sete viagens para o Caribe e os Estados
Unidos, aconteceram de navio – de acordo com a inteligência militar
brasileira.

Tais informações sigilosas sobre o Rosegate não aparecem nas 600 páginas do
inquérito da Operação Porto Seguro. Militares também estão checando o
informe, que circula pela internet, de que, numa viagem de Lula a Portugal,
Doutora Rose teria levado, na mala diplomática, 25 milhões de Euros. O
valor, que teria sido declarado à receita portuguesa, seguiu em carro forte
para depósito na agência central do Banco Espírito Santo, na cidade do
Porto.

Como os documentos sobre tal operação estariam arquivados na Aduana do
aeroporto internacional Francisco de Sá Carneiro, a petralhada morre de medo
que se confirme o informe do e-mail denúncia – segundo o qual Rose mandou
fazer o depósito tendo Luiz Inácio Lula da Silva como o possível
beneficiário de um seguro que fora feito para evitar "algum sinistro" com
tanto dinheiro.

Diante de novas denúncias que surgem com o Rosegate, o Procurador Geral da
República, Roberto Gurgel, se prepara para pedir, a qualquer momento, a
quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico de Luiz Inácio Lula da
Silva & Família. A solicitação é um desdobramento do julgamento do Mensalão
e servirá para alimentar de informações o Processo Investigatório 2.474.
Correndo em segredo de Justiça no Supremo Tribunal Federal, desde 2007, com
77 volumes de fatos concretos, o trabalho investiga as relações de negócios
entre o PT, o Banco BMG, e o mito Lula.

Gurgel quer saber como e onde Lula aplica os recursos que recebe nas
palestras que vem dando no Brasil e no exterior. O Instituto Lula também
pode ser alvo do Procurador, para saber quem são as pessoas físicas e
jurídicas que andam financiando as atividades políticas de Lula. A maior
preocupação do ex-presidente é com a Polícia e a Receita Federal. Lula foi
informado de que servidores fora do controle do Governo – mas agindo dentro
da lei e do dever de ofício – teriam informações comprometedoras sobre ele e
seus filhos.

Se tudo vier à tona, o processo do Mensalão vai parecer roubo de galinha no
quintal do vizinho mais próximo...

De onde vêem os Bebês????

Só não mostrou o que aconteceu exatamente no momento da explosão...

Legal os detalhes de que o tempo vai esquentando e a mulher vai
tirando o capuz/luvas/botas...

Pense no trabalho que deu ir no posto de tempos em tempos...

Very cool!!!!

FELIZ NATAL - PRESEPIO

Ho.... Ho.... Ho....

MV Agusta Rivale 800: Nova esportiva italiana

O modelo Supermotard Rivale 800 da MV Agusta causou grande furor no 70º
EICMA salão de motos de Milão, na Itália, no mês de novembro. Com projeto
desenvolvido com base na naked Brutale 800, a nova esportiva da fábrica de
Varese deve agitar as vendas da marca no mercado europeu a partir do segundo
semestre de 2013. O preço sugerido anunciado para o modelo é de 11 mil euros
(cerca de R$ 28 mil).

Segundo a fabricante, o lançamento da Rivale 800 expressa toda a essência de
uma autêntica motocicleta italiana, esbanjando com design, estilo e detalhes
de acabamento que fazem a diferença. Um modelo que tem forte apelo para
atingir o público jovem.

O painel foi projetado com display multifuncional digital monocromático.
Detalhes no sistema de iluminação com led na dianteira e na traseira dão um
ar futurista à Rivale 800. Os espelhos retrovisores acompanham as linhas e
contornos da moto. Além de bem desenhados eles são retráteis, para permitir
uma pilotagem esportiva nas estradas ou em pista.

Baseado no conceito esportivo, a Rivale 800 tem uma posição de pilotagem
mais ereta. O motor é um três cilindros de 798cc desenvolve potência de 125
cavalos e possui três modos de condução e oito regulagens de tração para
melhor adaptar o modelo às necessidades do piloto e condições de superfície.
O peso anunciado para o modelo é de 175 kg.

O chassi da Rivale 800 é o mesmo da Brutale, com a diferença no sistema de
suspensões que ganharam curso maior, além de possuir um conjunto que permite
realizar diferentes níveis de regulagens. Para proporcionar frenagens e
transmitir maior segurança, a moto conta com sistema de freios com dois
discos na dianteira de 320 mm de diâmetro e disco de 220 mm na traseira.

Em função da estratégia de lançamento da Rivale 800 em outros mercados fora
da Europa, a expectativa é que novo modelo da MV Agusta chegue ao Brasil
apenas em meados de 2014.

Fonte: moto.com.br

Confira teste realizado com a aventureira Triumph Tiger 800XC

A inglesa que veio competir com as motos alemãs e japonesas...

A Triumph para quem não sabe é uma das marcas de motociclets mais antigas do
planeta, em 2012, completou 110 anos de existência. Na Inglaterra, seu país
de origem, é líder absoluta na venda de motos de média e alta cilindrada.

Na categoria das Big Tails em seu país, também tem a preferência dos
motociclistas. Agora está disponível no Brasil, através da entrada da
empresa oficialmente no mercado brasileiro. É a única do segmento com motor
de três cilindros.

O jornalista e motociclista Rafael Miotto, profissional atuante no site de
notícias da Globo, o G1, fez uma excelente reportagem e teste de pilotagem
na Triumph Tiger 800XC, leia a matéria completa clicando aqui.

Fonte: RockRiders.com.br

Medida sem cabimento: congresso avalia proposta de pistas exclusivas para motos

É impressionante a falta de embasamento técnico dos políticos para com os
motociclistas...

O uso de uma moto visto pelo poder público é como se fosse uma arma, algo
prejudicial a saúde, a segurança, aos cofres públicos e a sociedade em
geral.

Motociclistas são vistos por políticos como se fossem "pessoas fora da lei",
palhaços, irresponsáveis que devem sofrer com "medidas do estado" que visam
os expurgarem ou o separarem dos demais "seres da sociedade".

Chegamos a essas conclusões analisando as medidas que a todo momento são
tratadas pelos políticos. Será que é tão difícil enchergarem que o problema
está exclusivamente na educação pública de má qualidade, nas péssimas vias e
rodovias e no conceito zero do que é cidadania? Porque os políticos antes de
criarem leis para motociclistas, não estudam os mesmos, não recorrem as
inúmeras associações que existem e representam o setor? Porque tentar criar
algo sem embasamento técnico, sem saber do que se trata, sem diferenciar os
diversos usuários de motocicletas?

Sempre a mesma balela, medidas esdruxulas que o estado quer aprovar a
respeito do uso de motocicletas, tudo proveniente da incompetência pública
em gerir o país com segurança, educação de qualidade e seriedade. Até quando
a sociedade brasileira vai ficar passiva e não enchegar que é ela a
responsável por tudo isso? O país é realmente democrático? Quem vota e elege
os políticos?

O Projeto de Lei 346/2012 do senador Jorge Viana (PT/AC) prevê a construção
de pistas especiais para os veículos de duas rodas nas grandes cidades
brasileiras e diz que a responsabilidade pela construção dessas vias será
dos órgãos e entidades executivos de trânsito do município.

O projeto que modifica o Código de Trânsito Brasileiro (CTB – Lei
9.503/1997) para atribuir aos órgãos de trânsito municipais para garantir a
implantação de sistemas especiais de circulação e de controle de tráfego foi
aprovado pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) e agora está sendo
examinado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), em
decisão terminativa.

Segundo o relator da matéria, senador Marco Antônio Costa (DEM/TO), as
medidas propostas vão contribuir para reduzir os conflitos entre motoristas
de diferentes tipos de veículos que disputam espaço nas vias e,
consequentemente, diminuir os acidentes.

A proposta ainda prevê multa para os motociclistas que transitar fora da
pista reservada, assim como aos motoristas de outros veículos que invadir a
pista destinada às motocicletas, salvo para acesso a imóveis com limite
localizado em tal via ou para fazer conversão à direita.

O projeto inicial de Jorge Viana previa também redução do limite máximo de
velocidade para as motocicletas. Em rodovias, a velocidade máxima de 110
km/h seria aplicada apenas aos automóveis e camionetas, e as motocicletas
teriam o limite de 80 km/h.

Por emenda, o relator preservou o limite de velocidade estabelecido pelo
CTB, que é fixado de acordo com fundamentos técnicos que levam em conta as
condições de trânsito e as peculiaridades de cada via.

Ao apresentar a proposta, Jorge Viana ressaltou o crescimento "vertiginoso"
da frota de motocicletas brasileira, assim como o número de acidentes
envolvendo esses veículos.

De 1998 a 2010, informou, a frota nacional de automóveis cresceu 166%,
enquanto que a de motocicletas, 491%.

De 1998 a 2010, o número de acidentes fatais cresceu 610%. Oitenta por cento
das vítimas têm de 15 a 39 anos de idade. Os motociclistas também se
destacam como o principal grupo com gastos hospitalares do Sistema Único de
Saúde (SUS).

Dos R$ 187 milhões gastos pelo SUS em 2010 com consequências de acidentes em
transporte terrestre, observou o senador, R$ 85,5 milhões foram para casos
envolvendo motocicletas.

O senador José Pimentel (PT/CE) destacou que no seu estado os vaqueiros
estão substituindo o cavalo ou burro por motocicletas. Em sua avaliação, a
proposta vai amenizar a "epidemia" de acidentes de motocicleta que atinge os
brasileiros.

Fonte: Texto por Policarpo Jr - RockRiders.com.br, com notícia veiculada
pelo poder público.

Translate