Other stuff ->

terça-feira, 11 de junho de 2013

Tempestades Solares 2013

Tempestades solares mais fortes do ano são registradas

O trem tá feio gente, ontem, dia 10/06/13 a internet, a tv a cabo e a
tv digital sofreram consequencias com essas alterações solares - de
noite a TV a cabo estava com vários canais travados, imagens
distorcidas, problemas no som, a internet estava com alta taxa de
retransmissão - tudo isso é resultado da alteração da atmosfera pelas
párticulas que veem do Sol e afetam a ionosfera de nosso planeta...
Vejam abaixo!

-------------------------------

DE SÃO PAULO - Folha de São Paulo

Em menos de 24 horas, o Sol registrou suas duas maiores tempestades do
ano. Ambos os eventos foram do tipo X, o mais forte na classificação
desses eventos solares.

A Nasa anunciou que a primeira tempestade aconteceu na noite de
domingo e foi classificada como X1,7. Pouco depois, ao meio-dia desta
segunda, aconteceu uma ainda mais forte, do tipo X-2,8.

As erupções solares são classificadas pelos cientistas conforme seu
brilho em raios X um um determinado intervalo de comprimento de onda.
As de classe X são grandes erupções, que podem desencadear a suspensão
de diversas atividades eletromagnéticas e afetar a comunicação da
Terra.

Associated Press
Composição de imagens mostra erupção solar do fim de semana

As de classe M são erupções de média intensidade e afetam sobretudo os
polos, podendo haver rápidos bloqueios nas emissões de rádio. Já as de
classe C são pequenas erupções e não afetam a Terra.

Os dois eventos emitiram uma grande quantidade de radiação
ultravioleta, além de terem ejetado massa coronal (plasma solar) a
altas temperaturas.

Nenhum planeta estava na "linha de fogo" da fúria solar, mas é
possível que o material ejetado atinja sondas da Nasa.

Os cientistas esperam que, nas próximas 24 a 48 horas, seja possível
saber mais informações sobre a mancha solar das explosões, como o
tamanho, a intensidade magnética e a possibilidade de novas explosões.

A tendência é que as explosões solares continuem. O Sol tem ciclos de
atividade de 11 anos, em que se alternam períodos mais intensos e
outros de calmaria. O pico de atividade do ciclo atual está previsto
para o fim deste ano.

Translate