Other stuff ->

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Após 56 anos, motociclista recupera sua moto que afundou num lago

Dean Ailie, quando tinha 15 anos, ganhou de seu pai uma moto alemã de 1938.
Ao dar uma circulada com ela em dezembro de 1956, Dean foi cruzar o lago
"Big Swan", que estava congelado na ocasião, na cidade de Dassel, Minnesota.

Dean já havia cruzado este lago antes, mas, naquele dia em que a moto
afundou, resolveu pegar um atalho, o que quase foi fatal. O gelo se partiu e
ele a moto foram para as águas geladas. A moto logo foi para o fundo e Dean
foi resgatado por pescadores que se encontravam próximos dele.

Recentemente, Ken Seemann, um pescador que passava sua rede neste lago
acabou "pescando" a moto de Dean, conseguindo trazê-la novamente à tona.
Como o caso, em 1956, havia se tornado célebre, logo foi possível
identificar que aquela moto era a de Dean Ailie, agora com 71 anos, que
ainda vive nas redondezas.

Considerando estas mais de cinco décadas que a moto ficou mergulhada, foi
surpreendente que ela ainda se encontrasse em boas condições. Ailie quis que
a moto ficasse com Seemann e com seu sócio, Ron Miller, que é um
colecionador de motos e planeja limpá-la para deixá-la em exposição.

Fonte: sobremotos.com.br

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

6D: Um capacete com suspensão

6D como "Six Degrees" , os seis graus de liberdade de engenharia que fazem
referência à capacidade de um objeto mover-se em três dimensões no espaço -
na rotação e translação - em um sistema caracterizado pelas coordenadas
cartesianas X, Y, Z.Um conceito que a empresa californiana aplica seus
próprios estudos de segurança a capacetes através de um sistema
revolucionário chamado ODS, Omni Suspensão Dimensional.

Deixando de lado siglas e conceitos talvez um pouco abstrato, o sistema deve
ser capaz de dissipar a energia do acidente contra o asfalto em velocidades
baixas e médias melhores do que os limites tradicionais. Dissipando um lugar
comum que poderia dar a oportunidade de crescer um dano cerebral com a
violência do impacto no chão, 6D suporta a maioria dos traumas causados por
acidentes com impactos de até 60g , mas acima de tudo com acelerações
angulares que não seria possível dissipar a energia completamente.

O sistema estudado pelos 6G vez prevê a inserção no invólucro de um conjunto
de amortecedores de elastómeros (ou seja, a mesma tecnologia de base
utilizada para algumas suspensões utilizadas em montainbikes) com o perfil
de ampulheta. amortecedores em torno do reservatório, em cada movimento e
direção, permitindo dissipar um maior impacto em todas as direções não
lineares e angulares.

Durante o teste, o sistema ODS adotado reduz significativamente a energia
transferida para a cabeça, ajudando a diminuir a probabilidade de trauma ou
lesão cerebral. Porém, estes foram apenas testes e esperamos que brevemente
essa nova tecnologia seja empregada em nossos capacetes.

Fonte: moto.com.br

Triumph anuncia recall para oito modelos no Brasil

A montadora britânica Triumph, que reiniciou suas operações no Brasil com a
chegada de seis modelos, comunicou nesta quarta feira, 26/12, o recal de 704
unidades no país. Os problemas identificados estão em defeito nos freios,
adequação de sistema de gestão do motor, descarga da bateria e ajuste do
suporte de malas. Segundo a empresa, nenhum modelo comercializado nesta nova
fase da empresa no Brasil, partir de novembro, necessita do serviço.

Ao todo, oito modelos foram afetados; Sprint ST 1050, Speed Triple 1050,
Daytona 955i, Rocket III, Rocket III Classic, Tiger 1050, Daytona 675 e
Street Triple. Segundo a montadora, alguns desses problemas podem resultar
em quedas, no entando, até o momento, não foram registrados acidentes
provocados por estes problemas.

A Triumph disponibiliza o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) em São
Paulo (SP), para agendar o reparo em concessionário credenciado, pelo e-mail
sactriumph@europ-assistance.com.br ou pelo telefone (11) 0800-727-2025, de
segunda a sexta-feira, das 8h00 às 19h00, a partir do dia 31 de dezembro. Os
reparos serão efetuados gratuitamente, em aproximadamente 30 minutos,
informa a fabricante.

Os chassis afetados são:
Modelos: Sprint ST 1050 cc, Speed Triple 1050 cc e Daytona 955i
Ano de fabricação: 2006 Chassis: 264336 a 273309

Modelos: Rocket III e Rocket III Classic
Anos de fabricação: 2006 a 2007 Chassis: 266910 a 294587

Modelos: Sprint ST 1050 cc e Tiger 1050 cc
Anos de fabricação: 2006 a 2008 Chassis: 268404 a 336432

Modelo: Daytona 675
Anos de fabricação: 2006 a 2010 Chassis: 274445 a 367746

Modelo: Daytona 675
Anos de fabricação: 2009 a 2010 Chassis: 403990 a 426669

Modelo: Street Triple
Ano de fabricação: 2008 Chassis: 326039 a 326526

Modelo: Street Triple
Anos de fabricação: 2009 a 2010 Chassis: 380536 a 423228

Fonte: moto.com.br

Honda VFR 1200X Crosstourer já tem nova versão na Europa

A Honda divulgou a nova versão da VFR 1200X na Europa. O modelo, que foi o
último lançamento da montadora no Brasil, já recebeu uma versão limitada com
diferencias em sua pintura e com o novo conjunto de acessórios.

Sua pintura é no estilo "dark" com detalhes pretos e cinza escuros. Os itens
diferenciados aparecem no para-brisa mais alto, proteção tubular para
carenagem e o conjunto de maletas para bagagem. Possui ABS de série e câmbio
eletrônico automatizado com dupla embreagem, assim como no modelo
tradicional.

O seu motor é o mesmo que equipa a esportiva VFR 1200F, porém, com algumas
alterações na performance para ganhar mais torque em baixas rotações. Sua
potência máxima é de 129,2 cv a 7.750 rpm e torque de 12,8 kgf.m a 6.500
rpm. Possui refrigeração líquida e injeção eletrônica.

No Brasil, o lançamento chegou custando RS 79.900 e veio com a proposta de
uma moto aventureira on/off-road. Entrou na briga com outros modelos do
mercado como as maxtrail, Yamaha Super Ténéré 1200, BMW R 1200 GS, Kawasaki
Versys 100 e a Triumph Tiger Explorer. Não há informações da chegada da
edição especial.

Fonte: moto.com.br

BMW faz nova chamada de recall de motos no Brasil

Chamado envolve apenas 56 modelos K 1300 S e K 1300 R - freio dianteiro pode
falhar

A divisão de motocicletas da BMW anunciou nessa quinta-feira (20) um recall
para 56 motos no Brasil. A revisão é para as séries K 1300 S e K 1300 R,
fabricadas entre novembro de 2011 e julho de 2012. Segundo a montadora, os
modelos podem apresentar perda de eficiência no freio dianteiro.

A marca explica que o defeito nas motos pode ocorrer devido a "possibilidade
de entrada de ar no circuito de freio, causando considerável diminuição de
sua eficiência". A BMW ainda alerta, em casos extremos, sobre riscos de
quedas e danos físicos aos ocupantes.

Conforme comunicou a empresa, o problema é resolvido com a aplicação de uma
rede no reservatório de fluido de freio dianteiro. Ainda segundo a BMW
Motorrad, o defeito afeta não afeta o freio da roda traseira e nenhum
acidente decorrente da falha que motivou o recall foi registrado. O reparo,
gratuito, é feito em 30 minutos.

Estão no chamado os modelos com intervalos de chassi entre Z392547 a Z392995
e ZV75390 a ZV85856.

Mesmo defeito, outra moto

Em novembro a BMW convocou 213 motocicletas modelos K 1200 S e K 1200 R no
Brasil para revisar o mesmo componente que influenciou o recall das séries K
1300. A revisão dos modelos ainda está sendo feita. Mais informações podem
ser obtidas através do telefone 0800-707-3578 ou por meio do website
www.bmw-motorrad.com.br.

Fonte: Site IG

Translate