Other stuff ->

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Macunaíma

Atualmente estou lendo (acabando) o livro "MACUNAÍMA" de Mário de Andrade.

E posso dizer, que depois de muito tempo, encontrei um livro
brasileiro bem escrito, muito inovador e com lendas e folclores do
Brasil afora.

E Mário de Andrade inovou na maneira de escrever, inovou introduzindo
palavras e mais palavras do tupi no livro que narra as peripécias de
nosso "herói sem caráter", em busca de seu amuleto roubado, a
muiraquitã, vivendo as loucuras da cidade grande sem entender direito
o que significa a sociedade urbana, diferente da qual está acostumado,
na selva, em sua tribo, onde era Imperador.

Grande livro, vale a pena ler!

INMETRO cria norma para peças de freio de motocicletas

A partir de 2012, o INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia,
Normalização e Qualidade Industrial) passa a regulamentar os materiais
de atrito que servem de matéria-prima para as pastilhas e patins de
freio de motocicletas.

Para serem aprovados na norma ABNT 14.958-5 categoria L – específica
para veículos de duas rodas – os produtos passarão por testes de
durabilidade e desempenho, como já é feito com outros materiais.

Por enquanto, não há uma data específica para que a nova norma entre em vigor.

Com os novos padrões, o instituto planeja elevar o padrão de qualidade
das peças oferecidas, principalmente pelo mercado de reposição.

Fonte: www.moto.com.br

RECALL Harley-Davidson

A Harley-Davidson do Brasil convoca os proprietários das motocicletas
Touring, modelos Road King Classic, Road King Police, Street Glide,
Ultra Classic Electra Glide, Electra Glide Classic, Electra Glide
Standard Police, Electra Glide Ultra Limited, CVO Street Glide e CVO
Ultra Classic Electra Glide, anos de fabricação 2009, 2010 e 2011,
para que atendam à uma campanha de recall.

Essa iniciativa atinge 1.352 motocicletas em todo o território
nacional e tem por objetivo fazer os consumidores levarem as
motocicletas que fazem parte desta campanha à rede de concessionários
Harley-Davidson para a substituição gratuita do interruptor traseiro
da luz de freio.

Em razão de uma proximidade do interruptor traseiro da luz de freio ao
sistema de exaustão, este poderá não resistir à temperatura a qual
será exposto, ocasionando, eventualmente, uma falha no funcionamento
do freio e/ou da luz de freio.

Essa não conformidade pode afetar a dirigibilidade das motocicletas,
com risco de acidentes para o motociclista e terceiros.

Para verificar se a motocicleta está envolvida nesta campanha, a
Harley-Davidson fornece informações aos seus clientes por meio do site
da empresa (www.harley-davidson.com.br), do Serviço de Atendimento ao
Consumidor - SAC (0800 724 1188), de segunda a sexta-feira, das 8h às
20h, ou aos sábados, das 9h às 15h (exceto feriados) ou, ainda, do
e-mail (sac@harley-davidson.com.br)

Todos os serviços serão realizados gratuitamente. A Harley-Davidson
recomenda ao consumidor que agende previamente a visita por meio do
SAC. A Harley-Davidson informa que não tem conhecimento da ocorrência
de acidentes no Brasil originado pelas razões técnicas relatadas.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Recall de 3300 motos Yamaha XVS 950 Midnight Star

A Yamaha convocou nesta semana os proprietários de 3.00 motocicletas
modelo XVS950 Midnight Star a entrarem em contato com uma
concessionária da marca para substituição gratuita do conjunto do tubo
de alimentação de combustível.

A empresa informa que, devido a um defeito na mangueira que une os
tubos, poderá ocorrer vazamento do líquido com risco de incêndio.

Os chassis envolvidos no recall dos modelos 2009 a 2011 vão de
9C6KN001090000101 a 9C6KN0010C0003400. Mais informações podem ser
obtidas pelo telefone 0800-7728822 ou pelo site da empresa.

A Fundação Procon-SP alerta que o recall envolve os modelos adquiridos
da concessionária ou de pessoa física e não há prazo para atendimento
à campanha. Se o consumidor tiver qualquer dificuldade para efetuar o
reparo/substituição, ressalta, deve procurar um órgão de defesa do
consumidor.

Motociclista de POA treina para estabelecer o recorde nacional de salto em distância






Dia da tentativa já está marcado: 10 de dezembro, no Bairro Hípica


No dia 10 de dezembro, Osmar Murari tentará estabelecer o recorde
brasileiro no salto de vão livre em duas rodas. A ideia é atingir 45m.


– A gente está chegando aos poucos, a cada salto coloca-se a rampa um
pouco mais aberta – resume o paranaense, radicado no Rio Grande do Sul
há 12 anos.


Há 30 dias, ficou pronta a rampa de metal que mandou construir em seu
terreno, na Rua do Schneider, Bairro Hípica, Zona Sul da Capital.
Desde então, o empresário do setor da construção civil treina às
terças, quintas, sábados e domingos – pelo menos 90 minutos a cada
sessão. Até o início de novembro, estava perto de 30m.


– Eu até poderia homologar essa marca, pois, oficialmente, a medição
nunca foi feita no Brasil. Mas quero ao menos 45m. Vai ficar mais
bonito – diz.


A tentativa, segundo o motociclista, será filmada e acompanhada por
pessoas ligadas ao Guinness World Records (o Livro dos Recordes,
criado na Inglaterra e que registra feitos de todo o mundo).


Aos 46 anos, ser o melhor do mundo na modalidade já não passa pela sua
cabeça. Teria de superar os 98m estabelecidos este ano pelo
australiano Robbie Maddison.


O começo


Com menos de 15 anos, Osmar já se aventurava no motocross. Parou aos
20. Aos 38, andou na moto de um amigo, o que fez renascer a paixão.
Parou de fumar, emagreceu 8kg e recomeçou. Em 2006, voltou a
participar de provas estaduais.


Foi questão de tempo até enveredar para o freestyle (prova na qual o
piloto salta a mais de 11m de altura e faz acrobacias antes de voltar
ao solo).


– Me dei melhor na distância do que na altura.


Em 2008, alugou terreno na Zona Sul e construiu uma rampa de madeira,
com a qual ensaiava os saltos. Há cerca de um mês, ficou pronta a
segunda rampa, de aço – é nesta que ele salta para, então, aterrissar
na de madeira.


– Tudo é pago do meu bolso, vou fazendo aos poucos. Só nas rampas,
gastei mais de R$ 30 mil.


Osmar ainda não definiu como será a programação do dia do salto – nem o horário.


Fonte:
DIÁRIO GAÚCHO

Escolha seu estabelecimento

Cada um escolhe o seu - um melhor que o outro...

O que confusões com línguas não fazem...

Nova Bandit 1250

A J. Toledo anunciou o modelo 2012 da Bandit 1250 para o Brasil, moto
considerada pela marca como ideal para o trânsito urbano e uso em
rodovias.

A nova versão, lançada em 2010 na Europa, dispõe de novo farol
multirefletor, lanterna traseira e espelhos retrovisores com um visual
renovado. O novo painel de instrumentos de fácil leitura dispõe de
tacômetro analógico,relógio, display em LCD com medidor de
combustível, velocímetro e indicadores em LED.

A nova Bandit 1250 possui um avançado sistema de injeção digital SDTV
(Suzuki Dual Throttle Valve), ou seja, um sistema de dupla válvula de
borboleta que resulta em um melhor desempenho, resposta e a diminuição
do consumo de combustível. Precisa resposta ao acelerador, suave
entrega de potência, grande durabilidade e redução da emissão de gases
poluentes. Cada corpo de injeção possui um sistema de dupla válvula de
borboleta que proporciona um melhor desempenho e a diminuição do
consumo de combustível.

O clássico chassi tubular da Bandit 1250 foi projetado para
proporcionar equilíbrio entre pilotagem esportiva, conforto para
grandes velocidades e boa dirigibilidade, tornado-a uma motocicleta de
fácil pilotagem em curvas e manobras, além do baixíssimo centro de
gravidade. A altura do assento pode ser regulada 20mm acima ou abaixo,
garantindo maior conforto de acordo com a estatura do piloto.

O novo modelo já está em comercialização em três cores (preta, cinza e
prata) ao preço de R$ 35.900,00, sendo que o frete não está incluso
neste valor e poderá variar de R$ 150,00 até o máximo de R$ 1.500,00,
de acordo com o Estado da Federação.

FICHA TÉCNICA:

Motor 4 tempos, 4 cilindros em linha com 16 válvulas, DOHC, refrigeração líquida

Cilindrada 1.255 cm³

Diâmetro x Curso 79,0 x 64,0 mm

Taxa de Compressão 10,5:1

Transmissão 6 velocidades

Alimentação Injeção eletrônica

Comprimento Total 2.145 mm

Largura Total 790 mm

Altura Total 1.095 mm

Altura do Assento 810/830 mm (Baixo/Alto)

Peso (ordem de marcha) 247 Kg

Suspensão Dianteira Telescópica de amortecimento hidráulico, mola
helicoidal, com ajustes de pré-carga da mola

Suspensão Traseira Balança tipo link de monoamortecimento hidráulico,
mola helicoidal, com ajustes de pré-carga da mola, ajustes de força de
retorno e compressão.

Freio Dianteiro Duplo disco

Freio Traseiro Disco

Pneu Dianteiro 120/70ZR17M/C (58W), sem câmara

Pneu Traseiro 180/55ZR17M/C (73W), sem câmara

Tanque de Combustível 19 litros

Potência Máxima 98 hp (métrico) a 7.500 rpm

Torque Máximo 11,01 kgf.m a 3.700 rpm

Cores Preta - Cinza – Prata

Fonte: www.sobremotos.com.br

Motivo dos Acidentes de Moto

Através do sistema do Google que seleciona em todos os jornais,
revistas, sites, rádios e TV´s que publicam seus conteúdos na Internet
e são vinculados ao sistema, há quase quatro anos, recebo mailings com
dezenas de notícias diárias sobre acidentes de moto no Brasil.

Fica muito evidente que quase a totalidade dos acidentes (e mortes)
que envolvem motociclistas estão diretamente ligados aos fatores
abaixo:

Nas estradas:

- Ultrapassagens erradas;
- Excesso de velocidade;
- Falta de perícia: não saber pilotar corretamente ou determinado
modelo de moto (Speed por exemplo);
- Curvas feitas de forma errada e com alta velocidade.

Nas cidades:

- Pilotar a moto rodando ziguezagueando feito maluco entre os carros;
- Falta de pilotagem defensiva (por exemplo; antever problemas com
outros veículos e pedestres ao redor, não é o outro que tem que te ver
e sim você que tem que se fazer visível);
- Excesso de velocidade;
- Falta de atenção: pilotar sem atenção a todos os detalhes e se
distrair com as inúmeras coisas que tem numa cidade. Já fiquei sabendo
de motociclista que caiu, porque estava olhando para uma linda mulher
(ganhou um sorriso mas quebrou 3 dedos, amassou o tanque, quebrou o
retrovisor e a seta da moto).

Todos nós que pilotamos motos (me incluo nessa lista), já fizemos
nossas peripécias e provavelmente ainda a faremos, porque moto é um
veículo tentador mesmo. Mas, segundos antes de fazê-las, vale pensar
que podem ter consequências graves, ai quem sabe mudamos de idéia e
nos tornamos pilotos e seres humanos mais equilibrados.

Moto é um veículo que requer equilíbrio, tanto do veículo em si,
quanto da mente, amadurecimento e emocional do condutor. Fugiu às
regras, suas chances de sofrer um acidente serão maiores. E se estiver
sem todos os equipamentos de segurança, a dor e problemas, no caso de
queda, também.

Texto e foto por Policarpo Jr - RockRiders.com.br. Essa foto foi
tirada quando cai na Guatemala (quase na fronteira com o México), ao
frear bruscamente num quebramola que "não o vi" e tinha areia na
pista. Pura falta de atenção. Nada ocorreu comigo ou com a moto,
mas...

Assembleia de SP aprova lei que proíbe garupa em motos

22 de novembro de 2011

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou, na tarde
desta terça-feira, projeto de lei que proíbe "garupas" em motocicletas
nos dias úteis da semana. O texto de autoria do deputado Jooji Hato
(PMDB) também obriga o uso de capacetes e coletes com o número da
placa da motocicleta afixado na parte de trás, em cor fluorescente,
"que o mantenha legível, inclusive à noite".

Se sancionada pelo governador Geraldo Alckmin, a medida passará a
vigorar nas áreas urbanas de municípios paulistas cujas populações
sejam superiores a 1 milhão. O descumprimento da lei acarretará multa
no valor de R$ 130 por cada infração cometida. O valor deve ser
atualizado anualmente conforme o Índice de Preços ao Consumidor Amplo
(IPCA).

De acordo com Haato, a proposta busca "proporcionar maior segurança
aos motociclistas, visto que os números de acidentes e mortes no
trânsito envolvendo motos vêm batendo recordes a cada ano". O deputado
considera o tema preocupante porque houve redução na mortalidade de
motoristas, ciclistas e pedestres, coisa que não se observa entre os
motociclistas.

Como segunda justificativa para seu projeto, o peemedebista ressalta a
possível diminuição dos assaltos realizados por duplas criminosas em
motocicletas.

Fonte:
http://noticias.terra.com.br/brasil/transito/noticias/0,,OI5484358-EI998,00-Assembleia+de+SP+aprova+lei+que+proibe+garupa+em+motos.html

Lei do Garupa SÃO PAULO

Essa foi uma das maiores estupidezes que eu já vi um deputado à tôa e
sem conhecimento de causa fazer...

Daqui a pouco, o Sr. Hato vai proibir andar com passageiro no carro...
__________________________________________________
Motoboys ameaçam parar São Paulo em protesto

A proposta aprovada pelos deputados paulistas, acaba com o garupa nas cidades.

Sexta, 25 Novembro 2011

O presidente do Sindimoto, que representa os motoboys de São Paulo,
Gilberto Almeida dos Santos, o Gil, prometeu ontem que vai organizar
uma manifestação em São Paulo se o governador Geraldo Alckmin
sancionar o projeto de lei do deputado Jooji Hato (PMDB), que proíbe o
garupa na motocicleta. "Vamos fazer uma 'motoata' até a Assembleia
Legislativa, para levar nossos atestados de antecedente para os
senhores deputados", afirmou Gil. "Vamos mostrar que somos vítimas,
não bandidos. A moto não é um veículo do mal", disse ele.

A proposta, aprovada pelos deputados paulistas, acaba com o garupa nas
cidades com mais de um milhão de habitantes, de segunda a sexta-feira,
e obriga o uso de capacete e colete com o número da placa, de forma
que fique legível à noite. Caberá ao governador endossar a medida ou
vetá-la, o que será feito nas próximas semanas.

Para o presidente da Comissão de Trânsito da OAB-SP (Ordem dos
Advogados do Brasil), Maurício Januzzi, a Lei da Garupa é
inconstitucional. "Só cabe à União legislar sobre matéria de trânsito.
O estado não pode." De acordo com ele, a proposta fere o direito de
propriedade. "O cidadão comprou um veículo para duas pessoas, pagou os
impostos e tem o direito de usar", disse Januzzi.

O deputado Hato, que tentou aprovar legislação semelhante quando era
vereador e não conseguiu, defendeu a Lei da Garupa. "Moto e arma são
dois instrumentos que andam juntos. A moto é rápida e o capacete
funciona como máscara, escondendo o rosto do bandido".

A justificativa de Hato é que 61,5% dos crimes contra o patrimônio (em
residências, bancos, comércio e trânsito) envolvem motoqueiros. A
Secretaria de Segurança Pública não confirma os números. De qualquer
forma, sabe-se que em parte significativa das ações criminosas se usa
motocicletas em abordagens, fugas e escoltas de criminosos.

Segundo Dircêo Torrecillas Ramos, presidente da Comissão de Direito
Constitucional da OAB-SP, o projeto é desproporcional. "Prejudica mais
os honestos que os desonestos. A saída não é tirar a liberdade de
trabalho e de lazer das pessoas."

O diretor-executivo da Abraciclo (Associação Brasileira de Fabricantes
de Motocicletas), Moaçyr Alberto Paes, também é contra. "A medida
atinge 40% dos usuários de moto, que usam o veículo para substituir o
transporte coletivo e têm o direito de ir e vir, levando na garupa
mulher, filho ou amigo."

O presidente da Associação Brasileira de Motociclistas, Lucas
Pimentel, se disse indignado com os deputados. "Cabe às autoridades
públicas dar segurança. Como proibir cidadãos de bem, que pagam
impostos, de usar motos com respeito às regras estabelecidas?"

Gil, o presidente do Sindimoto que ameaça parar São Paulo com uma
"motoata", quer se reunir com o governador para evitar a oficialização
da Lei da Garupa. "Acontecem crimes de todos os jeitos. Quantas motos
são roubadas por dia? O governo que prenda os bandidos. Isso vai ser
bom para todos nós."

Fonte: www.sobremotos.com.br

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Aniversário de Mark Twain

Adorei o Doodle que apareceu hoje, no aniversário de Mark Twain!

É a cena do Tom Sayer e Huck Finn e a pintura da cerca!

Bom livro, ótimo autor! Quem não leu, devia ler!

I am Brazilian!

Yes, I am a brazilian, and Brasil is written with "S"!!!!!!!

Horario de um Bar em UBA - Minas Gerais

Esse, decididamente é um cara sabido...

O horário está na placa, é só seguir - e na hora de fechar, pode
apelar para o que está escrito e mandar os bebados embora!

Translate