Other stuff ->

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Minhas preocupações profissionais

Motos elétricas disputam categoria Motovelocidade TTXGP

por Adriano Giannella

O ano de 2013 será um ano inovador para a categoria de corrida de
motos elétricas. Agora sob as regras da FIM (Fédération Internationale
de Motocyclisme) e pelas da AFM (American Federation of
Motorcyclists), a categoria poderá mostrar os dentes para a mesma a
gasolina.

Seguindo a receita de 2012, o time ICON Brammo visa o pódio com novo
visual de suas motos e melhores pilotos. A cada temporada novas
tecnologias, e avanços estão sendo feitos para a evolução das
motocicletas elétricas. A outra vantagem é culturalmente.

Desvinculado da cultura corporativa de corridas tradicionais, os times
são livres para experimentar diferentes modelos, padrões e atitudes.
Este é o verdadeiro espírito das corridas, e a ICON está orgulhosa de
estar envolvida com sua equipe Team Brammo ICON.

Como empresa, estão sempre procurando o próximo passo no motociclismo,
tanto tecnologicamente como visualmente. Por isso, quando escolheram a
categoria motovelocidade foi natural ingressar em corridas de motos
elétricas.

Sobre uma Brammo Empulse RR, o piloto Steve Atlas venceu o campeonato
TTXGP. Os avanços feitos a cada temporada são como saltos para
melhorias para a produção de motos elétricas que poderão um dia estar
mais presentes nas nossas ruas.

Fonte: moto.com.br

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Track T-800 CDI, uma moto a Diesel

por Leandro Lodo

Desde 2009 uma pequena empresa de origem holandesa vem trabalhando em
um projeto um tanto incomum, criar um motocicleta movida a diesel. De
lá para cá, o projeto evoluiu e a Track Diesel Motorcycle, empresa
especializada na fabricação de motores diesel para o uso agrícola,
industrial e náutico, começou a produzir e exportar o primeiro modelo
de motocicleta da marca equipada com motor a diesel.

Fabricada em série, o modelo T-800 CDI possui motor turbodiesel
tricilíndrico de 800cc capaz de gerar uma potência máxima de 50
cavalos a 4.200 rpm, um número relativamente incoerente com a
capacidade cúbica da nova máquina. Entretanto, seu torque de 10,2
kgf.m a 1800 rpm compensa a falta de potência. Sem dúvida, a Track
T-800 CDI é uma moto de muita força.

Ainda segundo o fabricante, seu peso seco é de 225 kg, uma marca bem
acima do ideal para uma motocicleta deste porte. Apesar disso, essa
excêntrica motocicleta atinge uma velocidade máxima de 155 km/h e seu
tanque de combustível de 19 litros é capaz de proporcionar uma
autonomia de mais de 500 km na estrada – média de 30 Km/l.

A T-800 CDI ainda possui outros diferenciais, além do motor a diesel,
como transmissão final por eixo cardã, transmissão automática CVT,
freios a disco Brembo, garfo invertido e chassi tubular. Com tantos
diferenciais, só faltou o ABS. Mas, para ter este conjunto em casa, o
comprador terá que desembolsar 19.500 Euros, ou, aproximadamente R$
50.000.

Fonte: moto.com.br

Motos Christini reforçam as tropas dos EUA no Afeganistão

No início de 2013 o fabricante americano de motos Steve Christini
surpreendeu com o lançamento do modelo AWD 450 com inovador sistema de
tração nas duas rodas All Wheel Drive e forte apelo para a prática do
Off Road. A distribuição média da tração é de 80% na roda traseira e
20% na roda dianteira.

Pensando nessa robusta motocicleta como uma versão em duas rodas do
veículo Humvee (versão militar do Hummer), a Christini ofereceu ao
exército dos Estados Unidos uma versão para uso militar, o modelo AWD
450 Military.

Assim como a versão civil da moto, o modelo para o exército vem
equipado com motor monocilíndrico, refrigeração líquida e carburador.
A suspensão tem garfos reforçados na dianteira e sistema
monoamortecido na traseira. As rodas têm 21 polegadas na frente e 18
na traseira.

Além disso, a versão militar recebeu diversas peças extras para dar
maior proteção e resistência e foi adaptada para a instalação de
equipamentos militares e camuflagem.

A versão urbana do AWD 450 é vendida nos Estados Unidos a partir de
US$ 6.900 (cerca de R$ 14 mil). A empresa não divulgou os valores do
contrato com o exército americano e nem a quantidade de motos que
fazem parte dessa operação.

Fonte: moto.com.br

_

Conheça a moto mais cara do mundo

De acordo com um site internacional...

De acordo com uma notícia publicada no website World Record Academy em
www.worldrecordacademy.com, a moto das fotos dessa notícia é
considerada a mais cara do mundo!

Tal site é especializado em recordes mundiais de tudo quanto são
coisas. Como se fosse um Guinness Book.

Produzida pelo turco Tarhan Telli e fabricada nas oficinas da TT
Custom Choppers, esta moto exclusiva ostenta folhas de ouro branco e
dourado, com desenhos de inspiração mitológica, como a Medusa em
relevo no tanque de combustível ou várias serpentes dispostas ao longo
do quadro.

A moto do turco pesa 315kg (muito do peso é ouro), tem motor de 1800cc
e 125 cavalos de potência. São seis marchas.

Até hoje a Y2K da MTT, com o seu estrondoso motor a jato proveniente
de um helicóptero, era considerada a moto mais cara do mundo, mas,
este construtor turco aparentemente conseguiu ocupar o seu lugar.

No entanto o recorde pode ser batido em breve, pelo seu antigo dono,
já que está desenvolvendo um novo modelo que será uma nova esportiva
com motor a jato, mais potente e avançado tecnologicamente.

Infelizmente, o valor da moto mais cara do mundo não foi divulgado.
Não se sabe se para evitar os ladrões ou simplesmente para não
frustrar nós motociclistas. Riqueza não é sinônimo de beleza! Gosto à
parte, é difícil acreditar que essa moto das fotos é a mais cara do
mundo, diz ai!

Mas é fato, ao menos divulgado em vários sites especializados do
exterior, e agora para o público brasileiro, aqui no
RockRiders.com.br.

Fonte: RockRiders.com.br

Circuito de Nürburgring à venda por 125 milhões de euros

Com uma dívida que soma 400 milhões de euros, a administração do
Circuito Internacional de Nürburgring, na Alemanha, não teve outra
escolha senão oferecer a tradicional pista do mundo das competições no
mercado para quem puder desembolsar a quantia de 125 milhões de euros,
quantia suficiente para honrar os principais compromissos, segundo a
direção do autódromo, que foi inaugurado na década de 1920.

O negócio envolve ainda o terreno gigantesco com floresta, hotel,
museu, parque de diversões com montanha russa e todas as estruturas do
complexo de Nürburgring, que fica próximo da região de Colônia.

Segundo informações locais, há pelo menos 50 grupos empresariais que
manifestaram interesse de comprar o circuito e toda sua estrutura, mas
apenas dez estão com a negociação em andamento.

O que os estusiastas e as principais associações de automobilismo e
motociclismo da Europa esperam é que após a concretização do negócio a
pista de Nürburgring com cerca de 4,5 km (atuais) seja mantida para a
prática de competições esportivas.

Fonte: moto.com.br

Translate