Other stuff ->

quinta-feira, 28 de março de 2013

Conheça a exótica superbike Bottpower Molarco

por Aladim Lopes Gonçalves

A fabricante Bottpower, de Valência, na Espanha, está trabalhando em um novo
modelo de superesportiva com motor de 1000cc que promete causar furor no
mundo das duas rodas. O projeto de superbike recebe o nome de Molarco,
designação dada aos touros maiores e mais selvagens nas arenas de touradas.

Com uma carenagem parcial, a Morlaco tem projeto assinado pelos engenheiros
David Sánchez e Jose Manuel Contreras, que já trabalhou na MotoGP, na equipe
Ducati Pramac.

Além do poderoso motor Honda de 1000cc, outro destaque da Molarco é a
suspensão dianteira, que se diferencia totalmente das superesportivas
tradicionais por usar um sistema de monoamortecedor em vez dos tradicionais
garfos telescópicos.

Outro projeto interessante assinado pela Bottpower é a esportiva XR1,
produzida sob encomenda para a transformação de uma Buell XB 12 em uma Café
Racer.

Fonte: moto.com.br

Salão de Motopeças acontece entre 4 e 6 de abril no MS

Acontece na próxima semana, entre os dias 4 e 6 de abril, o 6º Salão
Itinerante de Motopeças, no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco,
em Campo Grande (MS), que visa a aproximação de representantes do setor com
clientes, estabelecer novas parcerias no Centro-Oeste e a discussão de temas
importantes como o início dos processos de normatização de motopeças para
estabelecer critérios de qualidade para peças importadas.

Organizado pela Anfamoto (Associação Nacional dos Fabricantes e Atacadistas
de Motopeças), o Salão Itinerante de Motopeças é realizado em algumas
capitais do Brasil e em cidades do interior, com o objetivo de reunir as
empresas locais e empresas de todo o país e levar aos profissionais e
empresários da região escolhida oportunidades de negócios, lançamentos,
novas tecnologias e informação.

As edições anteriores aconteceram, respectivamente, em Fortaleza (CE),
Florianópolis (SC), Cuiabá (MT), Belo Horizonte (MG) e Goiânia (GO).

6º Salão Itinerante das Motopeças
Local: Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande - MS
Data: 4 a 6 de abril de 2013
Horário: 15h às 21h
Evento para convidados do setor – não é pago

Fonte: moto.com.br

KTM mostra scooter elétrico e prevê popularização de motor alternativo

Em longo prazo, a propulsão elétrica será a principal opção para distâncias
curtas , diz o diretor executivo da empresa

A KTM apresentou no Tokyo Motorcycle Show, no Japão, o protótipo de um
scooter elétrico chamado E-Speed, com potência de cerca de 15 cv e torque de
3,67 kgf.m, capaz de chegar a até 85 km/h. Segundo a KTM – que já havia
mostrado interesse na propulsão elétrica em 2011, quando apresentou a
off-road Freeride E –, essa alternativa será cada vez mais popular nos
próximos anos.

O protótipo de design angular e esportivo, como é característico da marca,
pesa 140 kg, possui quadro treliça de aço e conta com suspensões WP. O motor
com refrigeração líquida e bateria de íon-lítio, que demora duas horas para
carregar completamente em uma tomada comum de 220V, permite uma autonomia de
aproximadamente 65 km.

"Estamos convencidos de que a mobilidade elétrica é um complemento perfeito
para os motores convencionais. Em longo prazo, a propulsão elétrica será o
principal sistema para distâncias curtas, particularmente em áreas mais
sensíveis de um ponto de vista ambiental, como as grandes cidades. Veículos
como o E-Speed e o Freeride-E podem ajudar as motos a ganhar mais aceitação
da sociedade, não apenas pela questão ambiental, mas porque são fáceis de
usar, rápidos e divertidos", afirmou Stefan Pierer, diretor executivo da
marca austríaca.

Fonte: duasrodasonline.com.br

Hamann Saltador com motor da Harley de 1900cc

Custa 156.000 dólares na Europa...

"Hamann Saltador" é o nome da moto das fotos dessa matéria, apresentada numa
feira em Genebra na Suíça, recentemente. O preço? 156.000 dólares,
aproximadamente 313.000 reais, isso lá na Europa, imagine com os impostos e
custos do Brasil.

O motor é um de 1900cc da Harley-Davidson com 160 CV de potência máxima que
faz a moto alcançar de zero a 100 Km/h em apenas 3,3 segundos, mesmo o peso
da moto sendo de 305 Kg. A transmissão é por correia e o freio com dois
discos na dianteira e um grande disco lobulado na traseira. As rodas são de
18 polegadas, sendo o pneu traseiro, bem grande, com medida 280-35.

Coisa de doido!

Fonte: RockRiders.com.br

quarta-feira, 27 de março de 2013

Gestão Estratégica para adultos.

SEIS AULAS... Gestão Estratégica para adultos


AULA 1

Um corvo está sentado numa árvore o dia inteiro sem fazer nada. Um pequeno
coelho vê o corvo e pergunta:
- Eu posso sentar como você e não fazer nada o dia inteiro?
O corvo responde:
- Claro, porque não?
O coelho senta no chão embaixo da árvore e relaxa. De repente uma raposa
aparece e come o coelho.

Conclusão: Para ficar sentado sem fazer nada, você deve estar no topo


AULA 2

Na África todas as manhãs o veado acorda sabendo que deverá conseguir
correr mais do que o leão se quiser se manter vivo.
Todas as manhãs o leão acorda sabendo que deverá correr mais que o veado
se não quiser morrer de fome.

Conclusão: Não faz diferença se você é o veado ou leão, quando o sol
nascer você tem que começar a correr


AULA 3

Dois funcionários e o gerente de uma empresa saem para almoçar e na rua
encontram uma antiga lâmpada a óleo.
Eles esfregam a lâmpada e de dentro dela sai um gênio.
O gênio diz:
- Eu só posso conceder três desejos, então, concederei um a cada um de
vocês!
- Eu primeiro, eu primeiro. ' Grita um dos funcionários!!!!
- Eu quero estar nas Bahamas dirigindo um barco, sem ter nenhuma
preocupação na vida '... Puff e ele foi.
O outro funcionário se apressa a fazer o seu pedido:
- Eu quero estar no Havaí, com o amor da minha vida e um provimento
interminável de pina coladas! Puff, e ele se foi.
- Agora você - diz o gênio para o gerente.
- Eu quero aqueles dois de volta ao escritório logo
depois do almoço para uma reunião!

Conclusão: Deixe sempre o seu chefe falar primeiro


AULA 4

Um padre está dirigindo por uma estrada quando, vê uma freira em pé no
acostamento.
Ele para e oferece uma carona que a freira aceita.
Ela entra no carro, cruza as pernas revelando suas lindas pernas.
O padre se descontrola e quase bate com o carro.
Depois de conseguir controlar o carro e evitar acidente ele não resiste e
coloca a mão na perna da freira.
A freira olha para ele e diz:
- Padre, lembre-se do Salmo 129!
O padre sem graça se desculpa:
- Desculpe Irmã, a carne é fraca... E tira a mão da perna da freira.
Mais uma vez a freira diz:
- Padre, lembre-se do Salmo 129!
Chegando ao seu destino a freira agradece e, com um
sorriso enigmático, desce do carro e entra no convento.
Assim que chega à igreja o padre corre para as Escrituras para ler o Salmo
129, que diz: 'Vá em frente, persista, mais acima encontrarás a glória do
paraíso'.

Conclusão: Se você não está bem informado sobre o seu trabalho, você
pode perder excelentes oportunidades


AULA 5

Um homem está entrando no chuveiro enquanto sua mulher acaba de sair e está
se enxugando.
A campainha da porta toca.
Depois de alguns segundos de discussão para ver quem iria atender a porta a
mulher desiste, se enrola na toalha e desce as escadas.
Quando ela abre a porta, vê o vizinho Nestor em pé na soleira. Antes que
ela possa dizer qualquer coisa, Nestor diz:
- Eu lhe dou 3.000 reais se você deixar cair esta toalha!
Depois de pensar por alguns segundos, a mulher deixa a toalha cair e fica
nua.
Nestor então entrega a ela os 3.000 reais prometidos e vai embora.

Confusa, mas excitada com sua sorte, a mulher se enrola de novo na toalha e
volta para o quarto.
Quando ela entra no quarto, o marido grita do chuveiro:
- Quem era?
- Era o Nestor, o vizinho da casa ao lado, diz
ela.
- Ótimo! Ele lhe deu os 3.000 reais que ele estava me devendo?

Conclusão: Se você compartilha informações a tempo, você pode prevenir
exposições desnecessárias


AULA 6

Um fazendeiro resolve colher algumas frutas em sua propriedade, pega um
balde vazio e segue rumo às árvores frutíferas.
No caminho ao passar por uma lagoa, ouve vozes femininas e acha que
provavelmente algumas mulheres invadiram suas terras.
Ao se aproximar lentamente, observa várias belas garotas nuas se banhando
na lagoa.
Quando elas percebem a sua presença, nadam até a parte mais profunda da
lagoa e gritam:
- Nós não vamos sair daqui enquanto você não deixar de nos espiar e for
embora.
O fazendeiro responde:
- Eu não vim aqui para espiar vocês, eu só vim alimentar os jacarés!

Conclusão: A criatividade é o que faz a diferença na hora de atingirmos
nossos objetivos mais rapidamente

Suzuki Burgman 650 - Expresso do Oriente

Suzuki renova a Burgman 650, aposta na sofisticação e mantém o conjunto
mecânico

por Michael Figueredo
Auto Press
com Carlo Valente
InfoMotori/Itália

A Suzuki Burgman não é uma moto nova. A scooter foi apresentada em 1998,
inicialmente apenas no Japão, e tinha o objetivo de subir na garupa do
sucesso de modelos como a Honda Helix e a Yamaha Majesty. A primeira versão
tinha 400 cc. Em seguida, outras variantes foram criadas, como a de 650 cc.
Nesta configuração, a motocicleta chegou ao mercado europeu dez anos atrás
e, desde então, registra bons números – só na Itália, por exemplo, já vendeu
mais de 83 mil unidades em uma década. Para manter a força na Europa, a
Suzuki promoveu um facelift na moto e no ano passado, durante o Salão de
Colônia, na Alemanha, revelou a renovada Burgman 650. Mecanicamente,
praticamente nada novo. A marca apostou no visual, que ficou ainda mais
requintado.

O plano da Suzuki é bastante claro com a nova Burgman: dar sequência aos
bons resultados obtidos na Europa. Tanto que entregou o projeto nas mãos de
Yoshinori Kohinata, responsável pelas linhas da Hayabusa, de 2008, e da
Gladius, de 2009. O designer se inspirou no mundo automotivo europeu e
deixou a moto mais robusta. Porém, para não perder a sofisticação do visual,
adotou alguns elementos, como faróis maiores e luzes de posição traseiras em
leds. O painel de instrumentos foi outro ponto influenciado pelos carros e
combina mostradores analógicos – como o velocímetro e o conta-giros – e
digitais – como o computador de bordo. O cano do escapamento também foi
renovado, mas manteve a tradicional ponta triangular da marca de Hamamatsu.



Na mecânica, a Suzuki preferiu mexer pouco. Para mover os 275 kg da Burgman
650, a marca manteve o motor de 638 cc, com transmissão CVT controlada
eletronicamente. O bicilíndrico conta com três modos de condução –
automático, com as opções "power" e "drive", e manual. Porém, a fabricante
fez algumas alterações para, por exemplo, reduzir o consumo de combustível.
De acordo com a Suzuki, a nova Burgman 650 consome 15% menos que a versão
anterior e já está em conformidade com as novas normas de controle de
emissões de poluentes da Europa. O propulsor consegue gerar 55 cv de
potência máxima, entregue às 7 mil rpm. O torque máximo, de 6,3 kgfm, é
alcançado aos 6.400 giros.

Se as prestações mecânicas ficaram praticamente intactas, a nova Burgman 650
carrega o luxo como maior argumento de vendas. A Suzuki ampliou todos os
compartimentos, inclusive o localizado atrás do escudo dianteiro, para
melhorar a capacidade de carga. O encosto para a garupa foi redesenhado e o
banco do piloto continua entre os maiores do mercado. Os freios ABS, mais
leves que os da versão anterior, são da Bosch. No campo tecnológico, a
fabricante introduziu o sistema EcoDrive, que dá indicações para o condutor
obter o menor consumo. A Suzuki oferece ainda uma versão topo da Burgman,
chamada de Executive, que conta com punhos, bancos e encostos – do piloto e
do passageiro – aquecidos.

Apesar do sucesso no mercado europeu, no Brasil, a maxi-scooter, ainda na
versão sem o facelift que chega agora ao mercado europeu, não vai tão bem.
Em 2012, foram 94 unidades emplacadas. Neste ano, entre janeiro e fevereiro,
apenas uma moto foi comercializada. O mercado brasileiro de motocicletas
atravessa uma crise geral e o preço – entre R$ 38 mil e R$ 40 mil –
atrapalha. Na Europa, a nova Suzuki Burgman 650 produzida na Espanha é
comercializada por 9.900 euros – o equivalente a R$ 25.500 – em sua versão
de entrada e 10.500 euros – cerca de R$ 27.100 – na variante topo.

Impressões ao pilotar

Imponente praticidade

por Carlo Valente
InfoMotori/Itália

Roma/Itália – A Suzuki Burgman 650 é uma moto que poderia facilmente
aparecer em comitivas presidenciais ou de outras autoridades, tamanha sua
imponência e elegância. E de perto ela continua a chamar a atenção. Não dá
para simplesmente sentar na scooter e começar a pilotar. São muitos
dispositivos que aguçam a curiosidade. No entanto, o conforto do assento
convida para levá-la rapidamente para seu ambiente natural: o trânsito
urbano. E a moto impressiona pela facilidade nas manobras, apesar do tamanho
e do peso.

Na estrada, surgem boas oportunidades para avaliar as possibilidades de
mapeamento do motor. O modo automático deixa a Burgman mais "calma". No
entanto, no manual, é possível fazer com que o propulsor fique muito mais
animado. Na hora de parar, também não há problemas. O sistema de frenagem é
bastante adequado para o tamanho e o peso da scooter. E o ABS é um aliado
poderoso em qualquer situação, mesmo em freadas emergenciais.

Um ponto negativo que merece nota é a quantidade de botões na esquerda do
guidão. No caso da Burgman, todo o aparato tecnológico pode se transformar
em um vilão. São dezenas de comandos que desviam a atenção do condutor, seja
para acionar o para-brisa elétrico, ou o aquecedor dos punhos. O ideal é
estudar – bastante – as posições antes de sair. Porém, a scooter continua
cumprindo sua premissa de sempre. Embora com um olhar mais contemporâneo e
refinado, a Burgman mantém a vocação para a praticidade e o conforto.



Ficha técnica

Suzuki Burgman 650

Motor: A gasolina, quatro tempos, refrigeração líquida, 638 cm³, dois
cilindros em V, duas válvulas por cilindro, injeção eletrônica.
Transmissão: Automática do tipo CVT.
Potência máxima: 55 cv a 7 mil rpm.
Torque máximo: 6,3 kgfm a 6.400 rpm
Diâmetro e curso: 75,7 mm X 71,3 mm. Taxa de compressão: 11,2:1.
Suspensão: Garfo telescópico invertido com amortecimento hidráulico e mola
helicoidal na frente e balança articulada do tipo link de monoamortecimento
hidráulico, mola helicoidal e ajuste de pré-carga da mola atrás..
Pneus: 120/70 R 15" na frente e 160/60 R 14" atrás.
Freios: Disco duplo na frente e disco atrás.
Dimensões: 2,26 metros de comprimento total, 0,81 m de largura, 1,59 m de
distância entre-eixos e 0,75 m de altura do assento.
Peso seco: 275 kg.
Tanque do combustível: 15 litros.
Capacidade de carga: 50 litros.
Produção: Liñares, Espanha.
Lançamento mundial: 2013.
Preço: 9.900 euros, equivalente a R$ 25.500. O modelo com o facelift não é
oferecido no Brasil.

Estrela da motovelocidade, italiano Valentino Rossi retorna à Yamaha

Piloto foi recontratado pela Yahama após duas temporadas na Ducati

Simples e bem-humorado, o italiano Valentino Rossi, 34 anos, esteve em São
Paulo, na semana passada, para falar sobre seus planos para o Mundial de
MotoGP e participar do lançamento oficial da Factor 2014. Recontratado pela
Yamaha após dois anos na Ducati, o piloto nove vezes campeão mundial se
mostrou surpreso ao saber que a reportagem do Diário Gaúcho rodou mais de
1,2 mil quilômetros, desde Porto Alegre, para entrevistá-lo.

— Uma moto fantástica — disse, em italiano.

Em entrevista coletiva, The Doctor (o doutor, em inglês) lamentou que o seu
país não seja sede de etapas da motovelocidade e até deu conselho aos novos
pilotos brasileiros. Valentino atendeu à imprensa especializada. Depois,
participou de um coquetel, ainda no hotel, apenas para funcionários da
Yamaha. Solícito, o italiano autografou dezenas de capacetes e camisas de
aficionados por motovelocidade.

Diário — O que você espera da temporada 2013 da MotoGP?
Valentino Rossi — Será uma temporada importante, porque vim de duas
temporadas difíceis com a Ducati e os resultados não foram como eu esperava.
Estou muito orgulhoso e feliz por ter outra chance com a Yamaha, onde
conquistei importantes títulos. O foco é tentar ganhar algumas corridas e
brigar pelo título. Vai dar este ano? Não sei, vamos ver.

Diário — Você acha que as duas temporadas ruins na Ducati prejudicaram sua
imagem junto aos fãs?
Rossi — Foi um grande desafio, porque nenhum piloto na história ganhou o
campeonato com três diferentes fábricas, e eu perdi. Acontece.

Diário — O que te motiva a continuar?
Rossi — Gosto desta vida. Especialmente desenvolver uma moto, tentar levar
uma moto ao limite.

Diário — O que você diria aos pilotos brasileiros que estão começando na
motovelocidade?
Rossi — Tente, tente e tente guiar a moto, especialmente quando você ainda é
muito jovem, porque quando se é jovem, a cabeça é livre para aprender.
Espero ver no futuro algum bom piloto no Brasil.

Diário — Quando você escuta falar do Brasil, qual a primeira coisa que vem à
cabeça?
Rossi — O time de futebol e também as belas mulheres.

Fonte:
DIÁRIO GAÚCHO

Programação da festa de 110 anos da Harley-Davidson em SP

No ano que completa seus 110 anos de tradição e história, a Harley-Davidson
está preparando uma grande festa para seus clientes e fãs da lendária marca
americana no dia 1º de junho de 2013, na Arena Anhembi, em São Paulo (SP).

Às 13h, começa a concentração das motocicletas que participarão de um
desfile pela cidade liderado por Bill Davidson, vice-presidente do Museu
Harley-Davidson e bisneto de Arthur S. Davidson, um dos fundadores da
companhia. As motos sairão do Sambódromo do Anhembi pontualmente às 14h30 e
passarão juntas por ruas e avenidas de São Paulo.

A programação para o público geral começa às 16h, com área de exposições,
praça de alimentação, espaço exclusivo do H.O.G. - o Harley Owners Group,
clube exclusivo de proprietários de motocicletas Harley-Davidson - e palco
com diversas bandas tocando o mais puro rock'n'roll.

A comemoração dos 110 anos da Harley-Davidson no Brasil é o evento mais
importante da empresa no calendário brasileiro em 2013 e um dos destaques da
programação mundial de celebrações do aniversário da marca.

Por isso, todos os detalhes estão sendo cuidadosamente trabalhados, desde a
escolha de São Paulo, onde está o maior mercado Harley-Davidson do País e
cidade que conta com um grande circuito cultural, turístico e de
entretenimento; passando pela escolha da data, durante o feriado de Corpus
Christi, quando o acesso é facilitado e a circulação na cidade é mais
tranquila para que os participantes do evento de todo o Brasil possam rodar
com liberdade pelas ruas paulistanas.

O grande desfile de motos pela cidade de São Paulo será liderado por Bill
Davidson. A partir das 13h, bandas de rock já estarão no Sambódromo agitando
o público que participará desta atividade. Neste local acontecerá a
concentração das motos. O desfile tem início às 14h30 e percorrerá ruas e
avenidas da cidade, com apoio das autoridades policiais e de trânsito.
Durante este período, a entrada na Nova Arena será exclusiva para quem for
participar do desfile. O público em geral terá acesso ao local do evento a
partir das 16h.

Durante todo o período da festa, várias bandas de rock estarão se revezando
para aquecer o público para o show de encerramento que contará com uma
grande atração nacional, que será anunciada nas próximas semanas.

Na área de exposições, o público poderá conhecer de perto os modelos da
linha 2013 disponíveis em toda a rede de concessionárias no Brasil. Haverá
ainda um local para venda da camiseta exclusiva do evento, especialmente
desenvolvida para o público brasileiro, uma recordação deste momento único
para a marca. E também uma praça de alimentação com várias opções de fast
food e bebidas.

Para os membros do H.O.G® haverá uma área exclusiva com elementos do
clássico e icônico espírito Harley-Davidson para que amigos de todo o Brasil
se encontrem e celebrem juntos este momento especial da marca.
Programação especial para membros do H.O.G.

A programação para o público mais fiel da marca não para por aí. No dia 31
de maio, sexta-feira que antecede o evento, os Chapters (representantes
locais do H.O.G.) das concessionárias de São Paulo, Autostar Harley-Davidson
e Aba Harley-Davidson, estão preparando uma recepção para os membros do
H.O.G. de todo o Brasil. A Autostar vai guiar um grupo para um Bate & Volta
até o litoral de São Paulo, enquanto a Aba promoverá um passeio ao interior
do estado.

Haverá também uma programação de passeios guiados pelo Chapter da
concessionária Autostar pelos principais pontos turísticos e monumentos da
capital paulista com paradas para fotos.

Durante a cerimônia de celebração, uma homenagem especial será conferida por
Bill Davidson a uma pessoa que dedicou quase toda a sua vida à sua paixão
pela Harley-Davidson: o Capitão Senra, de 82 anos, 65 deles dedicados à
marca, já participou de momentos memoráveis da história do Brasil e da
Harley, tendo escoltado a Rainha Elizabeth, o Presidente Juscelino
Kubitschek e outros, e é um dos símbolos do verdadeiro espírito de liberdade
da empresa que está presente em cada um dos clientes.

O primeiro lote de ingressos para a festa estará à venda a partir do dia 28
de março de 2013 e os valores são de R$ 150,00 (inteira) e R$ 75,00 (meia
entrada). Os membros do H.O.G.® pagam R$ 75,00 por ingresso e podem comprar
até duas entradas. As compras podem ser realizadas pelo site do evento
(hd110anos.com.br), que traz a programação detalhada, e pelo site Ingresso
Rápido (.ingressorapido.com.br).

Fonte: moto.com.br

Fabricante alemã Audi lançará moto futurista

Vale lembrar que a Audi é dona da Ducati...

Agora que a Audi é dona da Ducati, fabricante italiana de algumas das mais
desejadas super máquinas de duas rodas do mundo, não é de se estranhar que a
marca dos quatro anéis queira se aventurar por este segmento. Tanto, que a
alemã acaba de mostrar os desenhos de sua primeira motocicleta, batizada de
Audi Motorrad Concept e desenvolvida pelo francês Thibault Devauze, seu
irmão e também designer Marc Devauze, e o modelador digital Clement
Couvreur.

A moto, de linhas futuristas, será equipada com um motor Ducati Desmodromic
L-twin de 850 cilindradas, acoplado a uma caixa de dupla embreagem. Para o
quadro, serão utilizadas técnicas de fabricação da Audi que garantem o peso
mínimo de seus carros, como fibra de carbono e liga leve. E, além da versão
convencional, Devauze prevê um modelo híbrido E-tron, tal como os veículos
da marca.

Curiosamente, Devauze já trabalhou em outras montadoras como a própria
Ducati, Renault e Land Rover. Segundo ele, seu projeto foi inspirado nas
clássicas motos DKW expostas no museu da Audi em Ingolstadt, uma cidadezinha
no sul da Alemanha. Para relembrarmos, a DKW foi uma das quatro montadoras
alemãs que se uniram em 1932 para formar a Auto Union, que mais tarde deu
origem a Audi.

O designer não titubeia sobre a entrada da Audi no mercado de motocicletas:
"A ideia foi bem simples: o primeiro concorrente da Audi é a BMW, e a BMW
vende motocicletas. A Audi carrega uma forte herança nesse segmento por
conta da marca DKW e está sempre em busca de novos mercados – logo, as motos
são uma boa oportunidade."

Em 2003, o designer Bertrand Bach criou o conceito Audi Moto, independente
da montadora, que obviamente não vingou. Com a proximidade da Ducati e a
vontade de expandir mercado, parece que agora vai, só resta saber quando, o
que a marca não revelou.

Fonte: Jornal Correio do Estado.

terça-feira, 26 de março de 2013

Motociclistas viajarão 5000km de Honda Biz

O trajeto é do Rio Grande/RS até Valparaíso no Chile...

"Andar de Biz nos Andes", esse desafio uniu nove amigos motociclistas,
que, em sete motonetas Biz, irão percorrer mais de cinco mil quilômetros,
ida e volta, da praia do Cassino, em Rio Grande, até Valparaíso, no Chile. A
aventura de ida inicia no próximo dia 28, quinta-feira, às 14h, em frente à
estátua de Iemanjá, no Cassino, e termina no dia 3 de abril, em Valparaíso.
Depois, são mais nove dias de viagem de volta até a praia do Cassino, com
chegada prevista para o dia 13 de abril.

Moradores do Rio Grande, Santa Vitória do Palmar, Caxias do Sul, Porto
Alegre e Santa Maria, os nove amigos Miguel Schabbach, Nilton Gáz, Carlos
Schabbach, Dirley Valério, Olinto Meireles, Julio Malta, André Menegat,
Ariberto Sendtko e Milton Andrade se conheceram há cerca de oito anos, como
integrantes do Motoclube Bodes do Asfalto.

Além da diversidade de idade, entre 40 e 74 anos de idade, o grupo também
apresenta uma diversidade de profissões: veterinário, mecânico, professor de
música, marceneiro. O que os uniu foi o paixão pela aventura, disse Miguel.
No roteiro de viagem, os amigos aventureiros irão percorrer cidades em
quatro países: Brasil, Uruguai, Argentina e Chile. "Estamos acostumados à
viagem em motos de mil cilindradas. Ao fazer essa viagem nas motonetas de
125 cilindradas, queremos provar às pessoas que é possível fazer viagens
neste tipo de moto, basta estarmos preparados para isso", explicou Miguel,
que há mais de 30 anos anda de motocicleta.

De acordo com o motociclista, o importante é fazer uma boa manutenção
preventiva na motocicleta e estar física e mentalmente preparado para o
desafio. Além de todo esse preparo, o grupo está levando um carro de apoio
que irá pilotado com um adesivo em português e em espanhol avisando que há
veículos de baixa velocidade na pista. Segundo Nilton Gáz, o maior desafio
será subir a Cordilheira dos Andes, devido à altitude. A preparação para a
viagem passou também pela retirada da documentação necessária e a
atualização das vacinas necessárias para esse tipo de viagem internacional.

O roteiro da viagem foi estudado detalhadamente, identificando,
principalmente, os pontos de abastecimento das motonetas. Diariamente o
grupo irá percorrer uma média de 500 quilômetros e a cada 120 quilômetros
fará uma parada para abastecer a motocicleta e para fazer um rodízio nos
pilotos. "Somos nove pilotos para sete motonetas. Vamos fazer um revezamento
para que possamos aguentar a viagem", explicou Miguel.

O motociclista revelou ainda que o grupo é integrado pelo motorista da
camionete de apoio, que é responsável pela segurança do grupo. O veículo irá
transportar ainda duas motonetas de reserva para o caso de necessidade de
troca de veículo. Uma das Biz é monitorada via satélite, o que permitirá que
os familiares, amigos e interessados possam acompanhar a viagem. No blog
criado pelo grupo (http://debiznosandes.blogspot.com.br/), vai ser possível
acompanhar a aventura. No blog é possível conhecer o roteiro completo da
viagem.

Fonte: Texto por Eduarda Toralles do Jornal Agora.

Remodelado, scooter Honda Lead ganha motor 125cc

Além de uma nova identidade visual, o modelo apresentado no Vietnã conta com
mais potência e espaço no porta-capacetes


A Honda apresentou no Vietnã a nova geração do scooter Honda Lead, líder de
vendas do segmento no Brasil, agora com motor de 125cc e um design mais
moderno. Ele também recebeu o sistema start-stop, que interrompe
temporariamente o funcionamento do motor caso fique parado por mais de três
segundos, retomando a atividade automaticamente assim que o piloto aciona o
acelerador.

Agora com 124,92cc, contra 108cc da versão anterior, o motor produz mais
potência e torque: 11,48 cv a 8.500 rpm e 1,12 kgf.m a 5.000 rpm, sendo que
o propulsor antigo gerava 9,2 cv a 7.500 rpm e 0,97 kgf.m a 6.000 rpm.
Segundo a Honda, o motor novo consome 30% menos em relação ao anterior, em
grande parte por causa do sistema start-stop.

O porta-objetos sob o banco, que abriga até dois capacetes e é um
diferencial do Lead, cresceu: comporta 37 litros, 2 a mais que o Lead 110.
Com as mudanças, a capacidade do tanque de gasolina caiu de 6,5 para 6
litros, o que não deve reduzir a autonomia do scooter, agora mais econômico.

Os faróis agora estão equipados com LEDs tanto na traseira quanto na
dianteira, deixando o scooter com um visual mais modernizado. A parte
frontal conta com detalhes metalizados, em formato de V, enquanto os piscas
estão nos cantos superiores da carenagem e não um pouco acima dos pneus,
como no modelo antigo. Outro aspecto que recebeu um visual mais atual foi o
painel, agora com uma tela LCD que informa sobre o consumo de combustível.

A Honda do Brasil ainda não anunciou a chegada da nova geração do Lead, o
que deve acontecer em breve por conta da atualização do projeto no exterior.

Fonte: duasrodasonline.com.br

segunda-feira, 25 de março de 2013

Piloto automático (cruise control) para todas as motos

Para os carros o piloto automático (cruise control) não chega a ser nenhuma
novidade, mas para as motocicletas o equipamento só é oferecido em poucos, e
caros, modelos touring.

Para atender às necessidades dos motociclistas aventureiros que fazem longas
viagens, o inventor americano Brian Carmicheal desenvolveu o Omni-Cruise
(Universal Motorcycle Throttle Lock), um tipo de piloto automático mecânico
que pode ser instalado e desinstalado em poucos instantes na moto.

O equipamento funciona com um mecanismo de pressão e uma faixa de borracha
colocada em volta do punho do acelerador, permitindo "travar" a velocidade
desejada e recuar o dispositivo na hora de frear a moto.

Aparentemente a engenhoca parece atender bem o seu propósito, mas é
importante levar em consideração que o tempo de reação nas frenagens possa
ser maior que o normal, pelo menos até o motociclista se adaptar ao sistema.

Produzido na Califórnia, o Omni-Cruise é vendido pela internet no site
omni-cruise.com pelo preço de US$ 49,99 (cerca de R$ 100), fora os custos
adicionais, como despesas de envio.

- Confira o vídeo de apresentação do Omni-Cruise:

http://www.youtube.com/watch?v=1Ja_0EvjNXA&feature=player_embedded

Fonte: moto.com.br

KTM lança scooter elétrica E-Speed no Tokyo Motorcycle Show

A KTM apresentou o seu mais novo protótipo de scooter elétrico durante o
Tokyo Motorcycle Show, trata-se da E-Speed. O modelo possui design
diferenciado e conta com bastante tecnologia no projeto, que foi produzido
pelo engenheiro Gerald Kiska após o seu retorno a montadora austríaca.

O desempenho da E-Speed é bastante interessante, seu propulsor produz
velocidade máxima de 85 km/h e autonomia de 75 quilômetros. A bateria é
facilmente carregada em qualquer tomada por duas horas.

O projeto do scooter utiliza suspensão de braço único, rodas de 14 polegadas
e freio a disco nas duas rodas. A estrutura do chassi é composta por aços
tubulares em posição para favorecer o design da motocicleta e mostrar todos
os seus traços. O seu peso é de 140 kg e a montadora não divulgou
informações sobre preço e comercialização.

Fonte: moto.com.br

Honda CRF 250L chega ao Brasil em abril por R$ 18.490

Nova trail é uma opção com mais disposição para passeios fora de estrada do
que a irmã XRE 300


A Honda anunciou que a nova trail CRF 250L, fabricada na Tailândia, chegará
ao Brasil em abril pelo preço sugerido de R$ 18.490. Mais fora de estrada do
que a "irmã" XRE 300, a CRF tem o mesmo motor da CBR 250R, de 1 cilindro com
4 válvulas e refrigeração líquida, rendendo 23 cv a 8.500 rpm (3 cv a menos
do que a esportiva) e 2,2 kgf.m a 7.000 rpm (contra 2,34 kgf.m da CBR).

A nova trail também conta com suspensões de longo curso (250 mm na dianteira
e 240 mm na traseira) e linhas que remetem aos modelos de competição da
marca. A CRF 250L foi apresentada pela primeira vez no Salão de Tóquio, em
novembro de 2011, e passou a ser comercializada na Europa no início de 2012.

Segundo a Honda, os 3 cv a menos da CRF em relação à CBR se devem ao filtro
de ar com capacidade de aspiração reduzida, próprio para os terrenos de
areia e terra. Por outro lado, a reprogramação da injeção gerou mais torque
durante a subida de giros, de acordo com a fabricante.

Fonte: duasrodasonline.com.br

Mystic pode ser a futura BMW custom

Aladim Lopes Gonçalves

A fabricante alemã BMW já havia anunciado o desenvolvimento de um conceito
custom equipado com motor Boxer 1200 cm³ refrigerado a ar como ponto alto
das comemorações de 90 anos da produção de motocicletas. Uma história que
começou com o modelo R32 no ano de 1923.

Os esforçados engenheiros da BMW Motorrad até podem estar trabalhando com o
máximo de discrição, mas os primeiros esboços e desenhos de como deve ser a
moto comemorativa já caíram na internet e desde então vêm chamando a atenção
dos apreciadores de esportivas clássicas.

Com um visual imponente, mesclando modernidade e detalhes nostálgicos, dá
para dizer pelas imagens que a BMW está prestes a apresentar um projeto
custom baseado na R 1200 que segue o melhor da tradição das antigas Café
Racer.

Como o futuro a Deus pertence, só resta aos meros mortais aguardar
ansiosamente por mais imagens e informações oficiais desse revolucionário
modelo da nonagenária marca alemã.

Fonte: moto.com.br

Translate