Other stuff ->

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

O MUNDO NÃO ACABOU

É, o mundo não acabou, o que acabou foi um ciclo de 394 anos do calendário maia.

O CALENDÁRIO MAIA - O TEMPO CIRCULAR

O tempo era sagrado para os maias, o calendário seguia uma lógica
circular e não linear, formando ciclos repetitivos que assumiam um
caráter religioso que era fundamental para a organização da sociedade
Maia.

Os maias possuíam dois tipos de calendários em forma de roda
(engrenagem): O Tzolkin era um calendário ritualístico, que tinha a
função de organizar o cotidiano religioso dos maias e o Habb
calendário terrestre (solar), tinha por característica a observação
dos fenômenos físicos do Planeta, como por exemplo, a utilização da
agricultura, o estudo das estações do ano e suas interações, bem como
os fenômenos meteorológicos, ambos totalizando 18.980 dias, formando
um ciclo de 52 anos.

O calendário possuía ciclos diferentes sendo caracterizado da seguinte
forma, o Tzolkin com sua engrenagem menor possuía um ciclo de 13 meses
de 20 dias, completando um ano santo de 260 dias e o Habb possuía um
ciclo que era dividido em 18 meses de 20 dias, mais um período de 5
dias, dando um total de 365 dias formando o ano civil.

Por conseguinte, no prazo de 52 anos, a engrenagem Haab perfaz somente
52 revoluções enquanto o Tzolkin necessita 73 revoluções. No entanto,
dentro de 52 anos, ambas as engrenagens (calendário) completam os
ciclos de 18.980 dias onde é acrescido no final de cada ciclo 13 dias
para compensar os anos bissextos, pois a órbita da Terra ao redor do
Sol não é exata exigindo uma correção no calendário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate