Other stuff ->

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Triumph retornará ao Brasil em 2012

Só devemos esperar que não com o famigerado Grupo Izzo...

Em seu site internacional, a Triumph anunciou que voltará oficialmente
para o Brasil  em 2012. Segundo o comunicado da própria fabricante
britânica, as primeiras concessionárias no País devem ser abertas ao
público em julho de 2012, mas os modelos que serão comercializados por
aqui ainda não foram divulgados. Confira o comunicado oficial da
marca:

A companhia Triumph Motorcycles pretende re-entrar no mercado
Brasileiro em 2012 com uma operação gerida pela sua própria
subsidiária.

A empresa subsidiária deverá ser estabelecida em meados de 2012; as
primeiras concessionárias abrirão ao público a partir de Julho de
2012. Mais informações sobre os planos da companhia serão
disponibilizados no início de 2012.

Entretanto, os clientes que necessitem de assistência podem contactar
a sede da Triumph no Reino Unido pelo número +44 1455 251700.

A Triumph agradece aos seus clientes Brasileiros o seu apoio e aguarda
com expectativa esta oportunidade de lhes oferecer um serviço de
primeira classe em 2012.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Um comentário:

  1. Estou louco the Thunderbird Storm, é considerada uma das melhores customs com refrigeração liquida e óleo. O bom é que a Harley Davidson vai começar a se coçar aqui no Brasil e atender melhor seus clientes. Antes, estava interessado numa HD, mas prefiro juntar grana para ter uma moto tecnologicamente conceituada no ramos de customs como a Triumph. A HD no Brasil não faz o papel como é feito nos E.U.A que vendem motos independente da classe social da pessoa. Infelizmente a HD no Brasil quer atender pessoas com ganhos aquisitivos altos e não te dão a mínima caso tu tenha interesse em comprar por meio de financiamento bancário. Um exemplo disso é você ver o custo das camisetas nestas lojas que chegam a custar de 140 a 200 reais sendo que no ebay podemos comprar camisetas diretas de vendedores americanos pelo preço de 10 a 25 USD. O povo tem de acordar sobre esta HD no Brasil em que não condiz acessibilidade de motos para todos e seus produtos em geral. Quem vai querer pagar 28 mil numa sportster sem medidor de combustível, com refrigeração a ar e freios sem ABS? No mesmo preço tu leva uma Kawasaki ER6 com controle de marcha, ABS, Refr Liquida, Amortecedor Inteligente etc... Fala sério meu!

    ResponderExcluir

Translate