Other stuff ->

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Conto: Vida Dura (1)

Oi! Sou Natalina Dores do Rêgo Poeta, e moro em Neves.

Bom, num bairro de Neves, num bairro chamado Fazenda Castro.

Aqui tem água e luz, mas esgoto tá osso, a COPASA num tráz...

Por aqui o povo diz que eu sou parente da gostosa do Fantástico, a
Patrícia Poeta, mas acho que estou mais para Rêgo mesmo, do que
poeta... Aliás dores no rêgo, né?

Hoje acordei com uma nebina desgraçada aqui no bairro, e saí para a
rua para ver o efeito dela no nosso valezinho...

Acontece que com a neblina, pisei na merda do esgoto que corre na
ladeira na frente das nossas casa - ô inferno, e sujei minha sandália
que eu comprei no Veneza por cinco reais... Moro nessas ruas que
iniciam com 70 e alguma coisa, nunca lembro, e é uma ladeira danada.
Daqui posso ver a igreja lá em cima, depois da mata, no bairro
Metropolitano.

Saco, vou ter de limpar essa água fidida!

Entreo para dentro e no tanque, lavo minha sandália. Adivinha para
onde escorre a água do tanque?

Isso mesmo, desce a ladeira, desce a rua em direção a parte mais baixa
do bairro, a lagoa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate