Other stuff ->

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Origens do Rito Escocês Antigo e Aceito

Enquanto o absolutismo de direito divino triunfava na França, no
século XVII, a Inglaterra foi convulsionada por revoluções que
liquidaram o regime absolutista e os resquícios do feudalismo no país,
lideradas pelos burgueses.

Durante o período de 1558 a 1603 ocorreu o reinado de Elizabeth I,
dando grande desenvolvimento ao país devido transações com as chamadas
Índias Ocidentais e Orientais, que incluíam trafico de escravos e
pirataria.

O longo reinado da rainha chegou ao fim em 1603 e, como ela não deixou
sucessores diretos, a Coroa da Inglaterra passou para a família
Stuart, parentes escoceses dos Tudors. Desse modo, Jaime VI, rei da
Escócia, tornou-se Jaime I, rei da Inglaterra e da Escócia Unidas.

O novo rei tornou-se impopular, pois além de ser considerado
estrangeiro, era ferrenho defensor do absolutismo do direito divino e
anglicano, perseguindo os católicos e, principalmente, os calvinistas,
que, em exílio voluntário, migraram para as Colônias Americanas.

Seu filho Carlos I reinou de 1625 até 1649 e era, também, absolutista.
No fim desse período, começaram as guerras civis, e Carlos I foi
executado. Tivemos um período de Republica, dirigida por um Conselho
de Estado, presidido por Cromwell.

O que nos interessa saber, é que a esposa de Carlos I e seu filho,
Carlos II, refugiaram-se na França, juntamente com todos os
partidários e parasitas da Corte.
Posteriormente, em 1660, Carlos II e seu filho Jaime II (Jacob II),
voltaram a reinar na Inglaterra, até que no reinado de Jaime II, em
1688, houve a famosa Revolução Gloriosa e, novamente a Corte inglesa
se refugiou na França.

Foi nessa época que nasceu o atual e famoso "Rito Escocês Antigo e Aceito".
Este Rito, portanto, apesar do nome "Escocês", nasceu na França, pelos
exilados ingleses, partidários da família dos Stuart, reis da
Inglaterra e Escócia.

Sabemos que a transformação da Maçonaria "Operativa" em "Especulativa"
ocorreu na Inglaterra. Entretanto, é sabido que, já no século XVI, na
França e na Itália, existiam associações que reuniam os Maçons
Aceitos, que eram, normalmente, personagens importantes da vida social
daquela época.

Como já mencionado acima, com a decapitação de Carlos I pelos
partidários de Cromwell, a família dos Stuart, juntamente com sua
Corte, refugiaram-se na França, no Castelo de Saint Germain e os seus
seguidores, chamados de "jacobitas" (Jacob=James=Jaime) implantaram as
chamadas Lojas Escocesas, que trabalhavam segundo os Antigos Costumes
e não pelos padrões da Grande Loja de Londres, fundada em 1717, cujos
membros eram denominados de Modernos (que não tem nada a ver com o
Rito Moderno, surgido também na França).

Essas Lojas Escocesas, desenvolveram um Rito, denominado "Rito Escocês
Antigo e Aceito", que no Brasil é o mais difundido, sendo que, no
mundo, o Rito de York (ou Ritual Emulation) predomina.



escrito por: M.'.I.'. Alfério Di Giaimo Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate