Other stuff ->

quarta-feira, 28 de março de 2012

NADA DA ESPIRITUALIDADE na Grande Loja Unida da Inglaterra

Discurso do deputado do grão-mestre
da Grande Loja Unida da Inglaterra
COMUNICAÇÃO TRIMESTRAL
14 de setembro de 2011

Trecho extraído do discurso de Jonathan Spence,
deputado do grão-mestre da
Grande Loja Unida da Inglaterra
(14 de setembro de 2011)

Meus Irmãos,

É muito bom ver vocês hoje aqui reunidos; espero que tenham desfrutado de um
verão agradável e refrescante. O verão não é uma época que serve apenas para
recarregarmos as baterias, mas também, creio eu, para fazermos reflexões e
prepararmo-nos para desafios futuros.

Como nossas atividades maçônicas
recomeçam no outono, julgo oportuno compartilhar com vocês alguns conceitos
a respeito da ANTIGA E PURA MAÇONARIA, a saber: A LOJA AZUL (Craft) E O
SANTO REAL ARCO. Me vi na obrigação de assim proceder após ter ouvido uma
entrevista concedida pelo Grande Capelão à BBC em maio, na qual ele deixou
claro ainda haver muito equívocos substanciais a respeito da nossa
organização, quando não deveriam existir.

Quando discutimos a MAÇONARIA PURA E ANTIGA à qual pertencemos, é preciso
que deixemos absolutamente claro o fato de sermos  membros de uma
ORGANIZAÇÃO SECULAR, isto é, não religiosa. Essa observação  foi feita de
maneira bastante eloqüente pelo Grande Capelão durante a entrevista.

Contudo, somos uma organização secular favorável à religião. A crença em um
ser supremo é uma exigência absoluta imposta aos seus membros.

A Maçonaria, como todos nós sabemos, não substitui a religião e também não é
uma alternativa a ela. ELA NÃO TRATA DE ASSUNTOS ESPIRITUAIS, isto é certo;
não tem sacramentos, não oferece e nem pretende oferecer qualquer tipo de
salvação.

Se submetida a testes de competência religiosa, a Maçonaria falha
em todos, como afirmou o falecido reverendo John MacQuarrie Professor,
Professor de Teologia de Oxford.

O fato de homens praticantes de diferentes credos  poderem se encontrar em
uma atmosfera de harmonia e amizade, sem comprometer suas crenças religiosas
particulares, demonstra um dos atributos mais fortes da nossa fraternidade,
que remonta aos seus primórdios: a TOLERÂNCIA. Para garantir a
imperturbabilidade dessa tolerância, é claro, discussões sobre religião e
política são estritamente proibidas!

Leiam o texto na íntegra no site da GLUI:
http://www.ugle.org.uk/news-events-page/all-quarterly-communication-speeches/september-2011-deputy-grand-masters-address/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate