Other stuff ->

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Pedágio por km rodado multará velocidade

Bom por um lado, mas sempre a gente leva por outro...

------------------------------------------------------------------------
Fonte:
http://blogs.estadao.com.br/jt-cidades/pedagio-por-km-rodado-multara-velocidade/


Pedágio por km rodado multará velocidade

21 de março de 2012 |
23h59 |

BRUNO RIBEIRO
O governo estadual pretende tornar mais rígida a fiscalização de velocidade
nas rodovias paulistas. A Secretaria de Logística e Transportes vai testar
um novo sistema de aplicação de multas com base na velocidade média dos
veículos. Pórticos que serão instalados para calcular a tarifa de pedágio a
cada quilômetro rodado também vão estimar o tempo em que um automóvel gasta
para percorrer determinado ponto da estrada e identificar motorista que
trafega acima do limite permitido.

Os testes estão previstos para começar no dia 9 na Rodovia Dom Pedro I
(SP-65), no trecho próximo a Itatiba (a 87 km da capital), quando também
devem começar os testes desse novo sistema de cobrança de pedágio. A
previsão é de que o modelo seja adotado no próximo ano.

A ideia do novo modo de fiscalização de velocidade é acabar com a prática de
motoristas de dirigir acima do limite de velocidade e frear perto dos locais
onde estão os radares comuns. Em uma rodovia, por exemplo, com velocidade
máxima permitida de 100 km/h, uma das antenas do pedágio registrará a
passagem do carro em determinado ponto e, caso o veículo atinja outra antena
distante a 100 km em menos de uma hora, o condutor poderá ser multado por
correr demais.

Na prática, as antenas deverão ser instaladas a cada quilômetro uma da
outra. Os testes vão verificar se o sistema funciona, enquanto a secretaria
desenvolve estudos para garantir que a legislação de trânsito vigente
permita esse tipo de fiscalização.

A cobrança de pedágio por quilômetro rodado, chamado de Ponto a Ponto pelo
governo, será executada para promover mais "justiça" – uma promessa de
campanha do governador Geraldo Alckmin (PSDB) –, diferentemente das tarifas
aplicadas hoje em praças de pedágio.

Os carros precisarão ter chip instalado no para-brisa. As antenas,
posicionadas por toda a extensão da rodovia, vão detectar a passagem do
veículo ao longo da estrada e vão calcular quantos quilômetros de via o
veículo percorreu. Assim, o sistema multiplicará o valor da tarifa pela
quilometragem percorrida (a média é de R$ 0,08 por km). A tarifa será
debitada da conta corrente do motorista.

O modelo é adotado por países da Europa e por alguns estados dos EUA e evita
que carros que usam um trecho curto da estrada paguem o valor da tarifa
cheia do pedágio convencional.

Segundo o governo estadual, as mesmas antenas farão os dois serviços –
cobrança de pedágios e fiscalização da velocidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate