Other stuff ->

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Equinox - Kukulcán

Na pirâmide de Kukulcán, em Chichén Itzá, cidade maia, justamente no
pôr do sol no dia dos dois equinócios (de Primavera e de Outono), a
sombra do Sol projeta uma serpente na escadaria da pirâmide, já que o
templo era dedicado ao Deus Serpente (kukul - deus, cán - serpente) ,
a serpente emplumada - os mais orientaram a pirâmide justamente para
conseguir tal efeito e com isso, cultuar ao Deus dos ventos e criador
dos trovões e vento.

Kukulcán tem semelhança com o deus asteca Quetzacoatl, a serpente
emplumada, Deus criador de tudo, o Sol.

E se o Sol é que desenha Kukulcán na piramidê, é o próprio Sol que vem
descendo à Terra nos solstícios, dia de início da renovação na
Primavera, ou do recolhimento, no Outono.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate