Other stuff ->

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

A letra “G” na maçonaria

Muitas das informações abaixo relatadas foram tiradas da Coil´s
Masonic Encyclopedia.

A letra "G" é um símbolo bem conhecido na Francomaçonaria, apesar de
não ser muito antigo. A época em que foi adotado é desconhecida, mas,
provavelmente, não foi muito antes do meio do século XVIII.

Não derivou das Constituições Góticas nem das Old Charges ou de
qualquer outro manuscrito do tempo dos Maçons Operativos. Não foi
mencionada em nenhum ritual antigo, anterior ao de Samuel Prichard – A
Maçonaria Dissecada – de 1730. Assim mesmo, nesse último, o seu
significado não estava totalmente desenvolvido. Esse foi o primeiro
Ritual exposto que dividia os trabalhos da Maçonaria em três Graus:
Aprendiz, Companheiro e Mestre.

É surpreendente que somente depois de 1850, aproximadamente, que a
letra "G" começou aparecer no meio do Compasso e do Esquadro
entrelaçados, como se vê hoje em dia em distintivos de lapela ou
emblemas. E é suposto que tenha sido originado por projeto de algum
criativo joalheiro e não por ação de alguma autoridade Maçônica.

Anteriormente a essa data, sempre eram vistos a letra "G" num lugar e
o Compasso e Esquadro em outro. Se refletirmos um pouco sobre esse
"ajuntamento", algo nos alertará que isso é uma incongruência, pois o
lugar da letra "G" é suspensa, acima do 2º Vigilante (REAA) no
Ocidente e o Compasso e o Esquadro estão sempre no Oriente. Além de
que, os últimos mencionados são "Grandes Luzes" e a letra "G" não é.

Percebe-se que o significado do símbolo não é esotérico, pois o mesmo
é exposto em lugares público nos Templos, fazendo parte da decoração
dos mesmos.

Alguns pesquisadores acham que a letra "G", nos locais onde a língua é
de origem inglesa ou mesmo grega, simboliza Deus (God). Creio que o
mesmo não se aplica em locais onde a língua é de origem latina.

Mackey em sua "Enciclopédia" nos esclarece o que segue:

"Não há dúvidas que a letra G é um símbolo moderno, não pertencendo a
nenhum antigo sistema de origem inglesa. É, de fato, uma corruptela de
um antigo símbolo Cabalístico Hebreu, a letra "yod", pela qual o
sagrado nome de Deus – na verdade o mais sagrado nome, o Tetragramaton
– é expresso. Esta letra "yod" é a letra inicial da palavra "Jehovah"
, e é constantemente encontrada entre os escritos Hebreus, como a
abreviação ou símbolo do mais santo nome, o qual, sem a menor dúvida,
não pode nunca ser escrito por inteiro.

Primeiramente adotada pelo Cerimonial Inglês e, sem mudanças, foi
transferida para a Maçonaria do Continente e pode ser achada como
símbolo nos Sistemas Maçônicos da Alemanha, França, Espanha, Itália,
Portugal, e em todos os outros paises onde a Maçonaria foi
introduzida."

Muitas vezes nos vem em mente a pergunta: por que a letra "G" só
aparece no Segundo Grau?

A resposta é relativamente simples. É aceitação geral que o
significado da letra "G" é "Geometria". O Segundo Grau, de
Companheiro, relaciona-se com os mistérios da Natureza e da Ciência,
sendo aí o lugar correto para a Geometria.

E a título de informação, sabe-se que o Segundo Grau foi
consideravelmente modificado entre 1730 e 1813 para trazer mais
harmonia entre o Primeiro e o Terceiro Grau.



Ir.'. Alfério Di Giaimo Neto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate