Other stuff ->

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

CAPACETES PERIGOSOS OU ÚTEIS ?

CAPACETES PERIGOSOS OU ÚTEIS ?

Para que não haja nenhum engano, aqui estão alguns fatos que acredito
serem verdadeiros quanto à capacetes de motocicleta:

* Mais vidas foram salvas pelos capacetes do que perdidas pelo seu uso.

* Mais ferimentos foram minimizados do que aumentados, pelo uso do capacete.

* Mais ferimentos foram evitados totalmente do que causados, pelo uso
do capacete.

* O uso do capacete, (ao contrário da lei que obriga seu uso) é uma
questão de segurança, não de direitos civis.

* 'Motoqueiros' que se unem à "causa" de contrariar a lei que obriga
ao uso do capacete, só prejudicam a imagem dos 'motociclistas' em
geral.

Eles pregam uma visão extremista, irreal e nunca tiveram um membro da
família salvo da morte pelo uso do capacete.

Sendo uma lei ou não, você é quem decide se vai usar o capacete ou não.

As consequências de não se usar um capacete, vão desde nada de ruim
acontecer; passando por uma multa; um galo na cabeça; perder a
mandíbula; o nariz; as orelhas; os olhos; até a morte.

Se você usar um capacete, as consequências podem ser as mesmas, com a
diferença de que a probabilidade delas acontecerem é muito menor.

Você é quem escolhe, sendo lei ou não.

Existem preocupações válidas quanto ao uso do capacete, como:

* Eles evitam danos ao crânio, mas causam mais danos cervicais em
troca. (o que significa que o capacete fez seu trabalho, que é
proteger a cabeça, não o pescoço)

* Eles não protegem tanto quanto poderiam proteger. (mas quem
gostaria de sair por aí com um 'caldeirão' de 15 Kg?

* Algumas pessoas acreditam estar tão seguras usando o capacete,
que cometem mais imprudências do que se não estivessem usando-o. (isto
é verdade para muita gente)
Outros fatos sobre o capacete:

* O material esponjoso dentro do capacete se comprime, dissipando
a energia e evitando que a pressão de uma batida se localize num só
ponto - também evitando que seu cérebro se danifique.

* O material sólido da parte externa impede que você seja ferido
por pedras, insetos, etc.

* Se uma pedra atingir seu capacete, não quer dizer que você vai
ter danos na coluna por causa disto. Mas e se a pedra acertasse direto
na sua testa, o que aconteceria?

* Capacetes integrais protegem seu queixo e seu rosto melhor que
os capacetes abertos.

* Você deixaria seu filho de 8 anos de idade ir na sua garupa, sem
capacete? É porque é lei ou porque você sabe o que é bom para ele?
Então porque a sua segurança deveria ser diferente?

* É uma questão de ESCOLHA? Mas não para o seu filho, não é mesmo?

A segurança de um motociclista é ativa, o que quer dizer que ela
só existirá com sua prevenção e ação imediata, não vacile, com
segurança não se brinca.

Devo abordar fatos interessantes, um deles(que considero o Pior),
não é o desconhecimento das normas e técnicas de segurança, quem não
conhece vai em busca do conhecimento, e ai vem a grande preocupação, a
"sabedoria da internet".

Pessoas acham que hoje, com a ajuda da internet, basta ler,
pesquisar ou "Googlar" assuntos sobre este tema, que já os tornam
capacitados em repassar todo seu conhecimento, e ai é que mora o
perigo.

Não basta ler sobre o tema "motosegurança" e todos os assuntos
inerentes ao motociclismo, o motociclista tem que ter a maturidade em
discernir o certo, o correto, e o mais seguro, achar que sabe, e dai
tentar repassar para quem não sabe, é perigoso.

Várias palestras e cursos que frequentei, vejo e aprendo
cada vez mais, e em alguns casos, vejo absurdos que fogem totalmente
da ética profissional.

A questão, não é ensinar quem sabe, pois quem acha que
sabe nunca poderá aprender se não se libertar do orgulho próprio, quem
não sabe, terá um aprendizado melhor e mais sério, portanto, seja um
que não sabe nada, e aprenda sempre.

Com segurança não se brinca, não se inventa, não se diz
que sabe ou é, segurança se leva a sério e com maturidade de saber
que:

" Em uma motocicleta, tem uma vida."


Fonte: Não recebi a fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate