Other stuff ->

terça-feira, 12 de março de 2013

Casal quer conhecer de moto todas as 295 cidades de Santa Catarina

Eles já percorreram todos os países das Américas de moto...

Uma vida sem rotinas, sem muitas responsabilidades e cheia de descobertas.
Foi esta a escolha do casal Dolor Danúbio da Silva e Ângela Schmitt da
Silva. Depois de criarem os filhos e passarem a administração da empresa
para os três herdeiros, eles decidiram conhecer os quatro cantos do país e
outras regiões do mundo a bordo de uma moto. Em julho de 1999, eles
compraram uma Honda Valkyrie, ano 1998, e fizeram a primeira viagem. Agora,
em março de 2013, se preparam para finalizar um roteiro que inclui a
passagem por todos os 295 municípios de Santa Catarina.

O casal é fundador do grupo de amigosFazedores de Chuva, o qual, o editor do
RockRiders.com.br, Policarpo Jr, tem a honra de participar. O grupo é
composto por motociclistas que já cruzaram de motocicleta entre os extremos
das Américas (Ushuaia-Alaska).

A viagem começou em julho do ano passado, e a primeira cidade do roteiro foi
Itajaí. Ainda faltam 103 cidades, que devem ser visitadas a partir da
próxima semana. Dolor, de 59 anos, conta que ainda não está na estrada
porque aguarda a conclusão de um reparo na motocicleta. "Devemos completar
em dez dias porque faltam 103 municípios e os mais distantes já fizemos.
Falta o Vale do Itajaí e uma parte do Oeste", comenta. O projeto faz parte
do grupo 'Fazedores de Chuva', do qual participam viajantes de todo o país.
Para concluir esta etapa, devem ser tiradas fotografias em frente à
Prefeitura de cada cidade visitada.

Além desta expedição, o casal já se prepara para outros dois projetos: o
'Bandeirante Fazedor de Chuva', no qual se visita todas as capitais
brasileiras, e o 'Cardeal', por onde eles vão visitar os quatro extremos do
Brasil. Dolor e Ângela devem finalizar estas expedições ainda neste primeiro
semestre. A data prevista para início da viagem é final de março. "No meio
do caminho já temos alguns amigos que nos convidam a visitar a casa deles.
Paramos em algumas cidades que temos vontade de visitar, conhecemos o
pessoal, interagimos com as pessoas", descreve Silva. Segundo o aventureiro,
andar de motocicleta é algo que o casal "ama" e, por isso, ele incentiva
outras pessoas a darem o primeiro passo.

Dolor e Ângela estão casados há 39 anos e juntos tiveram três filhos e
quatro netos. Dolor afirma que as expedições de moto são um sonho comum,
acalentado desde o início do casamento. "Nesse tempo todo que construímos
nossa vida, fizemos junto uma confecção, trabalhamos juntos, sempre tivemos
em mente, mais eu do que ela, a preocupação de ter uma contagem regressiva
para que, quando tivermos nossos filhos criados, realizar essa vontade de
viajar de moto", comenta o empresário.

A primeira expedição do casal foi entre 2002 e 2003, quando saíram do
Ushuaia, na Argentina, e foram até o Norte do Alasca, nos Estados Unidos.
Eles viajaram cerca de 75 mil quilômetros durante nove meses. Depois disso,
eles já percorreram os Estados Unidos e países da América Latina e da
Europa. Até março de 2013 já percorreram 460 mil quilômetros. "Não estou
mais acostumado com a rotina. Nossa rotina é sair sem hora. É um privilégio
o casal poder voltar um para o outro, depois da maturidade, depois de uma
jornada de criar filhos. Ficar junto todo dia é ótimo", finaliza Dolor.

Fonte: Site G1, adaptado por RockRiders.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate